100 Frescura: da casa do doutor aos palcos, 11 anos de muito samba e amizade

Se você é alegretense, certamente já ouviu falar do grupo ou conhece algum integrante do 100 Frescura.

Mas se acaso a resposta for negativa, o Portal Alegrete Tudo traz nessa reportagem especial um pouco da história deles.

O início é idêntico a criação dos maiores grupos de samba do Brasil. Fundado em 28 de Junho do ano de 2006, o 100 Frescura completou 11 anos neste ano e o ritmo continua afinado.

Um grupo de amigos, por costume se reunia seguidamente para desfrutar um bom samba de raiz. O local era a residência do Dr. Cardoso, ali a união e a confraternização era regada a samba e muitas histórias, que daria um best-seller entrega Edson Bianchi, um dos integrantes.

O quarteto de fundadores é formado pelo Dr. Cardoso, Pelé, Edinho, Museu e Mariozinho. Fazem questão de preservar o apelido, pseudônimos os quais são conhecidos e carinhosamente chamados pela legião de fãs.

A origem do nome 100 Frescura nasceu dos encontros na casa do doutor. Mas a visita de um representante farmacêutico, o Alex Carvalho, que depois de confraternizar com o grupo de samba (até então denominado de Confraria do Pagode), ao se despedir da turma comentou:

“Que legal o grupo, e o bom que com vocês não tem frescura”. No exato momento, o Dr. Cardoso não teve dúvidas. “Ta aí! O nome do grupo vai se chamar 100 Frescura”, decretou o chefe.

O início de forma bastante amadora, levava o grupo a tocar em festas de aniversários, uma janta e por aí ficava os tantãs.

Atualmente a realidade é outra. O 100 Frescura cresceu, com figurinos elogiadíssimos e uma pegada profissional, eles se puxam.

Apresentações em eventos, bailes e aniversários, agora é encarada de forma artística e muito profissional. A agenda tá cheia. É preciso disputar datas, sempre tem uma apresentação. Até fora de Alegrete o grupo já anda dando espetáculo.

As duas últimas apresentações no mês de Junho, quando completaram 11 anos. Um Jantar Baile no Clube Caixeiral, evento da Secretaria de Turismo, no lançamento oficial do carnaval 2018 arrebatou o público, que ovacionou o 100 Frescura.

Na cidade de Santa Maria, em um jantar baile promovido APLAV – Associação dos Propagandistas de Laboratórios e Viajantes, mais aplausos.

Reza a lenda que quem não gosta de samba é ruim da cabeça ou doente do pé. Pois eles garantem o mesmo. Quem assistir o 100 Frescura e não gostar é ruim da cabeça ou doente do pé.

A formação atual é composta pelo Dr. Cardoso (Cardiologista) na Voz e Tantan. Dr. Abdallah (Clínico Geral) Voz e Pandeiro, Dr. Luiz Afonso (Pediatra) Tamborin, Dr. Bebeto (Pediatra) Voz e Rebolo, Edinho Bianchi (Representante Farmacêutico) Voz e Rebolo, Hipólito Leal (Pelé – Funcionário Público) Voz e Violão, Alexandre (Atleta Paraolímpico) Voz e Cavaquinho, Uillian Krug (Chocolate – Brigada Militar) Voz e Violão, Peterson (Autônomo) Surdo, Marcos (Autônomo) Afuchê, Anderson (Autônomo) Bateria, Chacal  (Comerciário) Pandeiro, Roberson (Eletricista) Tantan Principal e João Antônio Leal (Macaco – Funcionário Público) Tantan de apoio.

Pelo grupo já passaram muitos amigos (músicos), como Claudio Prado (Museu), Mestre Jonjoca, Pablo Vieira, Alexandre Morin, Junior Morin, Márcio Morin, Jefferson (Canjica), Henrique, Dr. Dauro Motta e Diego.

O 100 Frescura encanta pelo carisma, popularidade dos integrantes e cativa por fazer o verdadeiro e autêntico samba de raiz.

Num formato dos melhores grupos de samba, eles levaram a brincadeira a sério. A amizade prevaleceu. E desde a visita do farmacêutico eles tocam 100 Frescura.

Por: Júlio Cesar Santos                        Fotos: Arquivo do Grupo





Curta nossa Fan Page





Comentar com Facebook

4 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *