Adolescente confessa participação em morte de jovens que cavaram própria cova e é internado, diz polícia




Caso aconteceu em Gravataí, em agosto. Além do adolescente, um maior de idade, que era procurado, foi preso. Um homem segue foragido.

O adolescente apreendido no domingo (10) em Gravataí, na Região Metropolitana de Porto Alegre, confessou participação no caso dos dois homens que foram obrigados a cavarem a própria cova antes de serem assassinados. A informação é da Polícia Civil. Com isso, ele teve a internação provisória decretada pelo Poder Judiciário, e foi encaminhado à Fundação de Assistência Socioeducativa (Fase).

Também no domingo, o jovem Heverton de Brito, de 18 anos, que era procurado pelo crime, foi preso.

Os dois foram detidos durante abordagem policial com troca de tiros, e um outro homem conseguiu fugir com armas, conforme a Delegacia de Homicídios. A polícia ainda busca o outro foragido, Moisés Uilian da Silva Silveira.

O crime chamou atenção pela crueldade. Uma gravação mostra uma das vítimas cavando a cova onde seria enterrada, e na outra, os suspeitos aparecem atirando nos dois jovens já deitados no buraco e, depois, ateando fogo aos corpos. A polícia teve acesso aos vídeos e pediu as duas prisões preventivas.

Os corpos foram encontrados na tarde do dia 28 de agosto. Os dois jovens mortos foram identificados um dia depois. Vitor Matheus da Rosa, de 22 anos, e Vagner da Rosa, de 17, eram primos e não tinham antecedentes criminais, conforme a polícia.

Fonte: G1





Curta nossa Fan Page





Comentar com Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *