Bombeiros novamente suspendem as atividades pela falta de efetivo e horas extras

A Coorporação de Bombeiros de Alegrete iniciou o expediente apenas com um servidor no quartel. A operação, como da outra vez, é pela falta de efetivo e o não pagamento de horas extras.

Depois da reportagem do PAT, em dezembro, o Governo liberou algumas horas extras, mas para este mês não há previsão diz o comandante Dimorvan Moreira.

img-20170109-wa0016

Devido a isso, por seis dias haverá suspensão de atendimento na Corporação local dos Bombeiros em Alegrete. A informação foi repassada pelo comandante, Sargento Dimorvan de Moraes Moreira. Vai ficar somente um para atender as chamadas e casos de urgência os que estão casa serão chamados , destaca.

Na,madrugada os Bombeiros atenderam varias chamadas devido as enxurradas em muitos bairros.

Este é um dos mais delicados e preocupantes momento da Corporação. Com o efetivo muito abaixo do necessário, hoje com 11 servidores em ação, dos 17 disponíveis(devido a férias, agregados e atendimento interno).A necessidade para a população do município, cerca de 80 mil habitantes, seria de no mínimo 31 soldados.

A medida foi tomada depois da informação do corte do pagamento de horas extras pelo Governo. “Já estamos vivendo um momento delicado, pela falta de efetivo e, diante da falta da verba não tenho outra opção” – destaca

Nestes dias em caso de acidentes o SAMU e a Brigada Militar deverão ser acionados. Se houver incêndios ou afogamentos a equipe dos Bombeiros será acionada. Mas vale lembrar que eles estarão em casa e isso levará no mínimo 15min, até que eles possam chegar no quartel e sair para atender a ocorrência.

20161212_173915

Outro dado importante é a falta de motorista para o caminhão, no momento, há somente dois atuando.

A unidade dos Bombeiros mais próxima em caso de necessidade, de apoio, é a de Rosário do Sul, há 110km.





Curta nossa Fan Page





Comentar com Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *