Briga termina em confronto com a Brigada Militar na Cidade Baixa, em Porto Alegre




Caso aconteceu na Rua João Alfredo. Um homem foi detido por resistência, mas foi liberado após assinar Termo Circunstanciado.

Uma briga acabou em confronto com a Brigada Militar na madrugada de domingo (8) em Porto Alegre. O caso aconteceu na Rua João Alfredo, na Cidade Baixa.

Conforme o comandante do 9º Batalhão de Polícia Militar (BPM), tenente-coronel Eduardo Amorim, policiais militares tentaram intervir na briga quando algumas pessoas começaram a jogar pedras e garrafas em direção aos PMs. Para conter a ação, a Brigada Militar lançou granadas e munição antimotim no grupo de pessoas.

Ainda segundo o oficial, o material é considerado de menor potencial ofensivo.

Um homem, que não teve a idade informada, foi detido por resistência e encaminhado para o 9º BPM, onde assinou um Termo Circunstanciado. Em seguida, foi liberado.

Brigada Militar fazia barreira com a EPTC na Rua João Alfredo quando avistou briga (Foto: Brigada Militar/Divulgação)

Brigada Militar fazia barreira com a EPTC na Rua João Alfredo quando avistou briga (Foto: Brigada Militar/Divulgação)

Em julho, a Brigada Militar também utilizou bombas de gás lacrimogêneo contra frequentadores de bares com a justificativa de liberar o trânsito. O incidente também ocorreu na Rua João Alfredo.

Segundo a Brigada, a polícia foi acionada por moradores em função do som alto na região. O tumulto começou depois que um pedido para liberação do trânsito na João Alfredo não foi atendido por jovens que se concentravam no meio da vida, em frente a casas noturnas. A polícia também diz que garrafas foram arremessadas contra viaturas antes do uso das bombas de gás.

Houve correria de jovens que fugiam dos artefatos.

Fonte: G1





Curta nossa Fan Page





Comentar com Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *