Cinco acusados de espancar e roubar produtor de leite no Poço de Bombas estão presos




A Polícia Civil identificou e já prendeu os cinco acusados de espancar um produtor rural, ocorrido em um estabelecimento na estrada do Poço de Bombas, na semana passada em Alegrete.

Após investigações sobre o roubo com lesões corporais, tendo como vítima o proprietário do estabelecimento, que foi amarrado e ferido pelos assaltantes, os policiais chegaram até os cinco acusados.

img-20161224-wa0059

A Polícia Civil solicitou ao Poder Judiciário a prisão temporária dos indivíduos que teriam participado da ação.

Na última segunda-feira (2), policiais do Setor de Investigações, efetivaram a prisão de três indivíduos, um de 23 anos , 29 e 31. Já na terça-feira (3), os policiais civis cumpriram mais um mandado de prisão contra um acusado de 18 anos. E a Brigada Militar prendeu o outro integrante da quadrilha, de 27 anos.

De acordo com informações os cinco acusados já têm passagem pela Polícia e são conhecidos no meio policial como “Micuin, Beijo, Carreirinha, Quatrinho e um quinto indivíduo que não teve a alcunha revelada.

O crime chocou pela maneira que os bandidos agiram. A vítima foi espancado com socos, chutes, e golpeado na cabeça com um cabo de uma faca até desfalecer.

Depois foi arrastado até a frente da casa onde os indivíduos continuaram às agressões. Com a perda da consciência, o proprietário acordou cerca de 7h depois amarrado. Ele conseguiu caminhar e pedir ajuda.

Vítima de abigeatários, o produtor perdeu cinco animais. Quatro vacas e uma porca. Além da casa arrombada, na noite do crime bárbaro, onde foram carneadas duas reses.

Os cinco acusados estão no Presídio Estadual de Alegrete à disposição da Justiça.





Curta nossa Fan Page





Comentar com Facebook

2 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *