Crianças conscientizam trânsito com mais amor em Santa Maria




A ação antecede a Semana de Trânsito 2017 que começa no dia 18 de setembro

Se você procurar no Google as palavras trânsito e amor juntas, não terá resultados que remetem a trânsito seguro ou prevenção de acidentes. Isso pode ser porque as duas palavras nem sempre sejam relacionadas quando o assunto é segurança nas vias. Porém, a Igreja Católica de Santa Mariauniu, no fim de semana, as duas expressões em uma ação pela conscientização no trânsito. No sábado, durante alguns minutos, crianças ficaram no semáforo da Avenida Nossa Senhora das Dores, em frente à Paróquia das Dores e no Royal Plaza Shopping, entregando informativos.

Foi a campanha Mais Amor no Trânsito, que aconteceu durante a primeira edição do Dia da Comunidade. O evento reuniu palestras, oficinas e voluntariado. As crianças receberam instruções da Brigada Militar sobre os malefícios das drogas e a importância de uma vida segura também no trânsito.

– A gente tem que ter bastante atenção e cuidado – disse Camile Maia Pinto, 11 anos, mostrando que entendeu o recado.

Para Gabriela da Silva, 9, é preciso mais consciência: “As pessoas têm que se respeitar mais”.

Para o padre da Paróquia Nossa Senhora das Dores, Moacir Piovesan, a ação faz parte do compromisso que a igreja tem com a sociedade.

– Não adianta a gente rezar, rezar e não fazer nada pela nossa comunidade. A Igreja tem um compromisso social, toda as igrejas têm. E um trânsito com mais amor significa facilitar a ultrapassagem, cuidado e respeito com pessoas que andam de moto, de carro, que estão andando a pé e que estão de bicicleta. É um trânsito mais educado – disse Piovesan.

A ação aconteceu antecedendo a Semana de Trânsito 2017, que começa no dia 18 de setembro.

OUTRAS ATIVIDADES

A ação aconteceu em conjunto com outras atividades. O Dia da Comunidade também teve vacinação contra o vírus da hepatite B e contra o tétano, arrecadação de alimentos e materiais de limpeza, que depois foram distribuídos para idosos em vulnerabilidade social, e a distribuição de mudas de plantas. O paisagista Erli Bozan conta como foi oficina:

– Abordamos as questões de como plantar, onde plantar e, principalmente, porque plantar.

Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) forneceu 80 mudas de árvores, que foram distribuídas no evento realizado das 9h ao meio-dia de sábado. A quantidade de plantas é em alusão ao aniversário de 80 anos da Paróquia, que é comemorado neste ano. Em celebração a essa data especial, e em busca de ajudar ao próximo, a juventude católica também se mobilizou.

– Nós fomos convidados para contribuir com o recolhimento de materiais para os nossos idosos da Vila Itagiba – contou Fernando Dotto, 25 anos, membro da comunidade católica local.

Os jovens arrecadaram, em mercados e com moradores ao redor da paróquia, alimentos e materiais de limpeza.

 

Fonte: Diário de Santa Maria





Curta nossa Fan Page





Comentar com Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *