De Frida a El Santo, as personalidades homenageadas em ‘Viva’


São muitos os detalhes da cultura mexicana que enriquecem a animação Viva – A Vida É uma Festa, em cartaz no Brasil. O filme da Pixar viu em seu pano de fundo, a festa do Dia dos Mortos, uma oportunidade para homenagear personalidades do passado do país, alguns de forma explicita, como a artista Frida Kahlo, outros em participações mais discretas.

Confira abaixo algumas das celebridades retratadas pelo filme:

Frida Kahlo

A pintora mexicana tem uma participação expressiva no filme, que brinca com a obsessão da artista com sua própria imagem e a natureza morta. Pelo jeito, no além, Frida continua a fazer sucesso.

Pedro Infante 

O cantor e ator marcou a história do México com sua voz forte, palavras românticas e pinta de galã. Infante, juntamente com outro ídolo pop da época, o também cantor Jorge Negrete, serviram de inspiração para a criação de Ernesto de la Cruz, ídolo do protagonista Miguel. Assim como acontece com o personagem no filme, ambos os cantores morreram cedo, em torno dos 40 anos de idade: Infante em um acidente e Negrete vítima de uma hepatite.

El Santo e María Félix

Ícone pop da cultura mundial, El Santo foi um lutador e ator mexicano que usava, o tempo todo, uma máscara prateada. O personagem exótico só revelou sua identidade em 1982, dois anos antes de morrer, aos 66. No filme, ele aparece como uma personalidade badalada na festa do Dia dos Mortos. El Santo chega ao lado de uma bela mulher, que seria María Félix, musa do cinema mexicano entre os anos 1940 e 50.

DJ Camilo Lara

O DJ do Mundo dos Mortos fora da ficção está bem vivo. Camilo Lara é parte do Instituto Mexicano do Som (IMS) e foi um dos responsáveis pelas músicas do filme, atuando como produtor e consultor cultural.

Fonte: MSN Entretenimento


Curta nossa Fan Page


Comentar com Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *