Família que morreu após acidente na BR-386 estava comprando o carro




Motorista estava levando idosa e familiares dela para oficializar a venda do veículo

A família que morreu após uma colisão frontal na manhã desta segunda-feira (11) na BR-386, em Frederico Westphalen, no norte gaúcho, preparava-se para comprar o Volkwagen Gol envolvido no acidente. Conforme a Polícia Civil, Francelina Carvalho, de 66 anos, negociava o carro com Gilberto Paulo Filipiaki, de 45 anos.

Eles combinaram que, na manhã desta segunda, Gilberto, que vivia no centro da cidade, iria até a casa de Francelina e a buscaria para irem ao cartório oficializar a transferência do veículo. A filha da idosa, Valdiane Ramos, de 30 anos, que estava grávida de gêmeos, e a neta, Rita Beatriz Ramos, de 2 anos, também embarcaram no Gol. Valdiane iria auxiliar a mãe nos trâmites para a passagem de propriedade do veículo.

Pouco depois de saírem da casa de Francelina, que fica na área rural do município, o veículo ingressou na BR-386. De acordo com testemunhas, Gilberto, que dirigia o Gol, tentou fazer uma ultrapassagem por um veículo de carga.

Entretanto, ele não conseguiu concluir a manobra e colidiu frontalmente contra um caminhão bitrem. As quatro vítimas morreram na hora, e o condutor do caminhão não ficou ferido.

O fluxo de veículos na região já foi liberado. Não há detalhes sobre velório e sepultamento das vítimas.

Fonte: GAÚCHA





Curta nossa Fan Page





Comentar com Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *