Homem desafia a autoridade policial até ser preso e recolhido ao Presídio

Depois de duas horas de espera para realizar o registro, junto ao plantão da DPPA, homem é enquadrado na Lei Maria da Penha e foi para o Presídio local.

Somente na sexta-feira(14), a Brigada Militar através do policiamento ostensivo, apresentou duas vezes o mesmo indivíduo, que depois de ser ouvido e liberado na parte da manhã, retornou a casa da ex-companheira e quebrou vidros da porta e a ameaçou de morte.

Nas duas situações em que foi apresentado, a mulher já tinha medidas protetivas. Conforme informações, na parte da manhã quando a guarnição foi acionada no bairro Promorar, o acusado já havia ameaçado verbalmente a ex de que iria matá-la.

Ao ser detido pela Brigada Militar, na segunda vez, os policiais se depararam com uma reunião interna, da Polícia Civil, que demorou cerca duas horas. Durante este período várias pessoas entraram em contato com o PAT para questionar a falta de atendimento. A reportagem foi informada que estava acontecendo uma reunião entre todos os escrivães para ajustes internos, o que explicava a falta dos atendentes nas primeiras horas da tarde.





Curta nossa Fan Page





Comentar com Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *