Idoso de 100 anos ainda trabalha com carteira assinada




João Brambilla cuida da horta do Hospital São Francisco de Paula e não pensa em parar de trabalhar

Quem vê Seu João Brambilla caminhando 10 quadras, todos os dias, de casa até o Hospital São Francisco de Paula, não imagina quanta história tem por trás dele.

Ele chegou no pequeno município em 1961, trabalhando como pedreiro, e ajudou a construir boa parte dos monumentos, como a principal igreja da cidade. O nonno, como é carinhosamente chamado por alguns colegas, completou 100 anos no último dia 24 de junho – mas se engana quem pensa que ele está aposentado.

Aos 100 anos, depois de quatro filhos, seis netos, um bisneto e duas bisnetas que estão por vir… O nonno ainda trabalha de carteira assinada no hospital:

– Eu cuido da horta e capino. Planto verduras, dou as verduras para os pacientes do hospital e, quando sobra, para os funcionários – relata.

Com carteira assinada desde 2005, ele trabalha seis horas por dia na horta e é um dos funcionários que mais bate o ponto e que menos falta, como conta o diretor administrativo do hospital, Eduardo Iotti:

– Quando o dia é de chuva, a gente pede para que ele não venha. Se está frio, tudo bem, ele vem, se agasalha e vem tranquilo. Às vezes, ele liga, diz que quer vir e nós dizemos “fica em casa e descansa, porque nós precisamos do senhor bom, e amanhã tem tempo bom” – conta –  Ele é uma paixão de pessoa. É muito simpático e muito lúcido – complementa.

O nonno não toma remédio e nunca teve nenhuma doença grave. No dia do aniversário de 100 anos, colegas e amigos se reuniram em um almoço no final de semana, com direito a arroz com galeto e tortas doadas por comerciantes da região.

Mas qual o segredo para chegar aos 100 anos de forma saudável? João Brambilla responde:

– Não fazendo arte. À noite, vou dormir descansado. Não tenho muito raiva de alguém. Eu sou feliz porque me dou bem com todo mundo – diz. Ele também não toma bebidas com álcool. – Não, senhora. Minha bebida é o chimarrão, ou o café, ou a água – completa.

Coincidência ou não, essa é uma das dicas recomendadas por especialistas para viver bem e chegar a uma idade avançada. Além de uma dieta balanceada, sem excesso de gordura, e de uma rotina de exercícios, o doutor Emílio Moriguchi, médico geriatra do Hospital Moinhos de Vento, diz que a dica é manter a cabeça boa:

– Estudos mostram que uma das coisas que mais impactam na longevidade, no mundo inteiro, é a saúde mental. A coisa mais importante para viver mais e melhor é ter um bom relacionamento entre as pessoas, bons amigos e família – explica.

João Brambilla completou 100 anos no dia 24 de junho, mas documento mostra nascimento no dia 25

Graziele da Silva Pereira, auxiliar de faturamento do hospital e colega de Brambilla, é uma das maiores fãs dele. Gosta dele “de graça”, como costuma dizer:

– Eu não acredito que o nonno tem 100 anos. Acho que ele mente pra gente. Ele é muito disposto, muito pra cima, muito otimista. Nós, com qualquer dorzinha, não queremos trabalhar… E ele está ali capinando, no sol, no verão, no frio. É determinação mesmo, vontade de viver, não desistir nunca. Para mim ele é o máximo; um exemplo muito importante a ser seguido – relata.

A filha Ângela de Fátima Brambilla mora com ele e conta que ele ama estar com a família, e é muito brincalhão com os netos. Ela conta também que inveja a memória do pai:

– Tudo ele sabe, tudo ele se lembra. Nada escapa dele. É uma pessoa incrível.

Quando perguntada sobre que tipo de ajuda o pai precisa em casa, ela não hesita:

– Ajuda? Nenhuma! Se precisar fazer as coisas, faz tudo sozinho. Vai para a panela, faz as coisas dele, toma banho e se veste sozinho.

João Brambilla é conhecido na cidade pela relação que tem com São Francisco de Paula, mas também pela vontade e determinação. E a resposta que ele dá para quem pergunta quando ele quer se aposentar é esta:

– Não, estou bem assim. Sou criança ainda. Até quando eu puder, não quero parar de trabalhar. É uma diversão.

Nonno mostra, orgulhoso, a carteira de trabalho e o crachá do hospital

Fonte: Gaúcha





Curta nossa Fan Page





Comentar com Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *