Inspetoria esclarece sobre mormo e trânsito animal



A  coordenação dos Festejos Farroupilhas reuniu dia 19, no CTG Aconchego dos Caranhos CTGs, piquetes,tradicionalistas,veterinários,vereadores para esclarecer e tirar dúvidas sobre o mormo que colocou em alerta cavalarianos que vão participar dos festejos, e do desfile do dia 20 de setembro em Alegrete.

DSCN0106

A coordenadora da 4ª. Região Tradicionalista, Ilva Borba Goulart, resumiu que a reunião era para tirar dúvidas, e que o desfile vai ser bom como sempre foi aqui em Alegrete.

DSCN0115

O prefeito Erasmo Silva afirmou que Alegrete está dando um exemplo de responsabilidade e sanidade animal.
Joal Pontes, chefe regional da Inspetoria Veterinária, esclareceu sobre a Guia de Trânsito Animal e a questão do mormo equino que preocupa os nossos cavalarianos.

DSCN0117

Pontes fez uma importante abordagem desde a origem do cavalo que remonta seis mil anos até como ele chegou na região. Conforme ele, o Brasil tem o quarto maior rebanho de cavalos do Mundo com 6 milhões de cabeças. No Rio Grande do Sul existem  530 mil cavalos cadastrados.

-Ele produz progresso,lazer esporte,segurança pública e, no movimento tradicionalista é o pricipal parceiro.

Por isso, salientou Pontes a importância de se cuidar da sanidade dos animais que movimentam 7,5 bilhões por ano no Brasil.

DSCN0129

Já em relação a sanidade animal, Joal Pontes disse que as responsabilidades devem ser compartilhadas, entre proprietários, veterinários, laboratórios credenciado, estabelecimentos comerciais e serviço veterinário oficial.

-Além da sanidade animal, devemos lembrar para a forte relação com o ser humano, a questão da saúde pública, com as restrições para a realização de eventos e a prevenção. Estatisticamente, acrescentou Joal, Alegrete será o Município que mais fará exames nos animais.
“Será um exemplo para o Rio Grande do Sul e o Brasil”, salientou.

DSCN0111
As medidas de precaução que estão sendo tomadas têm por base a responsabilidade, citou Joal Pontes, porque nada está proibido, mas que é necessário fazer o exame nos animais com o objetivo maior de prevenção.
O coordenador Cléo Trindade enfatizou que cada um é responsável pelo seu animal. É uma questão de consciência e não haverá outra entrada de animais para o desfile que não pelo CTG Farroupilha, se referindo aos que tentarem entrar no desfile durante o percurso. Mais de 2 mil exames já foram feitos na cidade.

DSCN0105

Não tem se fiscalizar um ao outro, será a consciência de cada um. Sobre a cavalgada da chama crioula, serão apenas 4 representantes para cada entidade, sendo obrigatório levar os exames negativos para mormo.

O prazo final para recolher as amostras e encaminhar os exames será entre 8 e 9 de setembro para quem deseja desfilar no dia 20 de setembro.

DSCN0133

Nesta quinta-feira(20), haverá reunião no CTG Vaqueanos da Fronteira, às 19h 30min, para esclarecer sobre o Mormo, com as presenças do veterinário Felipe Duarte e o médico João Alberto. Para esclarecer as dúvidas que ainda existirem.

O chefe da inspetoria veterinária, Joal Pontes falou da importância do cavalo no RS. Ele produz progresso,lazer esporte,segurança pública e no movimento tradicionalista.

Por isso, salientou Pontes a importância de se cuidar da sanidade dos animais que movimentam 7,5 bilhões por ano no Brasil.

Fotos:Vera Soares Pedroso







Curta nossa Fan Page





Comentar com Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *