LAF cancela rodada do final de semana e falta de repasse pode paralisar amador

Nesta semana, um impasse na Liga Alegretense de Futebol – LAF colocou um empecilho na continuidade do campeonato amador.

Sem receber o repasse, a entidade esportiva, foi avisada pela comissão de arbitragem de que os juízes não apitariam mais até receber os valores atrasados.

Em contato com um dirigente da comissão de arbitragem, a questão em jogo é de que há três finais de semana eles apitam sem receber.

“Fizemos um compromisso com a Liga de que apitaríamos as três primeiras rodadas até vim o dinheiro, só voltamos a apitar mediante o pagamento”, adiantou um dos dirigentes da comissão.

A Liga por sua vez suspendeu a rodada do final de semana do Dia dos Pais como é de praxe, e também pela previsão de chuva. Mas o presidente Paulo Cunha garantiu que no próximo sábado (19), o campeonato prossegue.

O problema financeiro da LAF, é bem complexo. Com o valor da verba de 40 mil sugerido ao Município, agora a entidade esbarrou nos trâmites burocráticos de um lei de 2014 em que as prefeituras devem obedecer, para liberarem verbas às entidades sem fins lucrativos.

Segundo o chefe de gabinete José Rubens Rosa Pillar, a Lei 13019/2014 obriga uma série de particularidades. Em vigência neste ano, até a própria administração está se adequando aos trâmites.

“A Liga tinha entregado um documento que não preenchia os requisitos, agora tiveram de remeter outra documentação”, explicou Pillar.

A transição da lei pegou de surpresa a entidade esportiva.

O diretor de gabinete, José Rubens salienta que a LAF poderá receber uma parte do valor que solicitou, se aprovado pela Câmara, uma vez que administração não tem condições de repassar o valor integral solicitado pela Liga, que é de mais de 100 mil reais.

Para o secretário de esportes Gabriel Feijó, a análise da nova documentação está aprovada, o que habilita a Liga a pleitear o recurso.

Feijó afirma que na próxima semana no máximo, o projeto de lei chegue a Câmara para apreciação dos vereadores.

O presidente da LAF Paulo Cunha já usou o espaço regimental da Câmara, onde expôs a dificuldade da Liga em receber o dinheiro da prefeitura para seguir o campeonato. Ele foi tranquilizado pelo próprio secretário de turismo de que está tudo encaminhado.

A torcida agora é de que os trâmites burocráticos sejam superados, a prefeitura repasse os valores e a bola volte a rolar no próximo dia 19.





Curta nossa Fan Page





Comentar com Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *