Mariana Teixeira: a madrinha de bateria que exalta o amor pelo carnaval


A alegretense Mariana Teixeira é daquelas que respira samba. Aos 29 anos, a morena do sorriso largo e cativante, esbanja amor pelo samba.
Incentivada desde criança pela mãe Jeoceana Teixeira, quando desfilava em bailes infantis. Tem no sangue, o brio do samba e virou uma amante da cadência do surdo.
Sua história de vida se confunde com o carnaval. Lembra com saudade, de quando sua mãe Joceana Teixeira, a levava aos bailes infantis e confeccionava fantasias com a amiga Margarete Abi e o carnavalesco Ênio Souza.
Mesmo quando a cidade ficou cinco anos sem carnaval de rua, ela se fantasiava e caia na folia de momo.
A guria pegou um gosto pela cultura carnavalesca, a ponto de viajar pelo Brasil visitando quadras de escolas, principalmente no do Rio de Janeiro.
“Não me imagino mais sem participar direta ou indiretamente da grande festa”, entrega Mariana.
Ainda na infância, relembra do desfie pela Escola de Samba Mirim dos Canudos, sempre incentivada pela mãe que foi a primeira rainha mirim de Alegrete em 1978, representando a Unidos dos Canudos, escola do coração da família Teixeira.
A a influência familiar, vem desde a avó Ana Helena Braz Teixeira, também carnavalesca de destaque dos Canudos.
Na escola adulta dos Canudos, iniciou desfilando como destaque de chão e em carros alegóricos. Em 2006, recebeu o convite do mestre da bateria da época, o Gersinho para desfilar em frente à bateria. Musa da Bateria, Mariana aprovou com muito samba no pé.
Já no ano seguinte, o então presidente Nilton Paim, fez o convite para ser a Madrinha da Bateria. Daí em diante, cativou o posto como madrinha oficial da escola.
Em 2011, Mariana recebeu um presente muito especial, como faz questão de frisar em tom alto. – Deus me presenteou com o nascimento de meu filho, Valentin – conta com orgulho.
Mas não deixou o samba morrer. Em 2012, retornou como madrinha da bateria Pura Cadência.
Infelizmente, o carnaval de rua de Alegrete adormeceu e de certa forma, desmotivou e entristeceu a madrinha de tantos carnavais.
“O carnaval é o momento onde extravasamos nossas emoções e disseminamos a cultura de uma cidade, de uma região e de um país”, ressalta a passista.
Mariana além de ter sido influenciada pela família, destaca personalidades do samba como Raissa Oliveira, rainha da bateria da Beija-Flor, com a qual participou de um workshop e atualmente Evelyn Bastos, rainha da bateria da Mangueira, entre outros diretores artísticos.
Mariana segue acompanhando os eventos das escolas de samba, principalmente do Rio de Janeiro onde esteve em novembro acompanhando a final de escolha dos sambas enredos da União da Ilha do Governador, Império Serrano e Imperatriz Leopoldinense. “Para não deixara chama apagar, eu participo de tudo que posso referente ao carnaval. Fiquei encantada com tudo o que vi e vivi”, destaca aos risos.
A alegretense também e figura certa no Carnaval Fora de Época de Uruguaiana. Mas o desejo dela é de que retorne o carnaval de rua de Alegrete.
“Sinceramente, como diz o historiador Hiram de Araújo em sua obra, Carnaval. O carnaval é a fábrica de ilusões e de sonhos que nos transforma em reis e rainhas por instantes mágicos, mistura de raças, na grande miscigenação que a todos iguala.”, frisa.
Neste ano, Mariana prestigia alguns eventos da cidade, na expectativa de que no próximo ano concretize a realização do Carnaval de rua. Acompanha os desfiles de São Paulo e Rio de Janeiro, com torcida especial para os amigos da harmonia da Grande Rio, que a recepcionaram quando da visita ao Rio.
O samba vai ser especial, neste sábado (10), quando a alegretense, madrinha de bateria completa 29  anos, de muito amor ao carnaval, e eterna dedicação ao seu filho Valentin.
“O Samba é a minha natureza. É bom lembrar, tem que respeitar”, finaliza a madrinha de bateria Mariana Texeira.
Por: Júlio Cesar Santos                                   Fotos: Arquivo pessoal

Curta nossa Fan Page


Comentar com Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *