Maurício Baialardi: o alegretense que faz sucesso na música sertaneja


Aos 30 anos, Maurício Baialardi, médico veterinário, solteiro, pai da Malu, vive uma grande fase na carreira musical.

O cantor, músico e compositor alegretense, é destaque no atual cenário do sertanejo. Completando 10 anos de carreira, Maurício Baialardi vem conquistando espaço com seu show contagiante nas casas mais consagradas do ramo, desde que lançou seu projeto solo em 2015.

Atualmente faz parte do casting artístico do Grupo WRS (Wood’s Porto Alegre, Wood’s Caxias do Sul, Wood’s Atlântida e WA Eventos). Conhecido nas redes sociais por suas versões cover, Maurício viu seu trabalho repercutir nacionalmente com o reconhecimento de Gusttavo Lima em publicações de sua versão de “Apelido Carinhoso” no perfil oficial do cantor no Instagram.

Recentemente lançou seu primeiro single, “Nosso QG”, uma das músicas de artistas gaúchos mais executadas nas plataformas digitais desde então. Entre idas e vindas na terra natal para shows, Maurício foi o entrevistado do Portal Alegrete Tudo.

Entrevista:

PortalDe onde vem o dom de cantar ?

MB:  Bah. Meu pai arranhava umas notas no violão, mas nada que se possa considerar “herança”. (Risos), eu comecei com 12 anos, logo depois das primeiras aulas de violão, incentivado pela querida Liege Schneider.

Portal: Qual a sensação de entrar num estúdio para gravar um trabalho autoral ?
MB:  É a realização de um sonho. Todo músico quando começa a carreira sonha em gravar um trabalho autoral e comigo não foi diferente. Foi incrível.
Portal: Como foi teu início. Dos barzinhos e boates em Alegrete. Até aqui, foi preciso ralar muito ?
MB:É preciso ralar cada vez mais. Com 15 anos, eu já fazia acústicos em bares, restaurantes e logo vieram os shows. Consegui conciliar com colégio e faculdade. Em 2015, o foco passou a ser total nesse trabalho que vem sendo feito com muito carinho.
Portal: Como está tua agenda. Alegrete tem um lugar especial ?
MB: “Tá florida”, Graças a Deus. O trabalho vem sendo reconhecido cada vez em mais lugares e hoje fazemos parte do casting artístico de casas que sonhávamos em tocar. Mas por mais que a gente ame a estrada, o clima das grandes casas onde levamos o nome do Alegrete, cantar aqui é diferente. Aqui nos sentimos, literalmente, em casa.
Portal: Tu tens cantado em várias cidades do RS. A turnê Nosso QG bombou ?
MB:  Foram 8 cidades no mês passado, esse mês vão ser 6. A Tour Nosso QG tá quase no fim, tem novidade vindo por aí.
Portal: Tua música cativa o público desde o início do show. O que tem nesse QG ?
MB:  (Risos). Tem verdade. Muita energia positiva, alegria, emoção e descontração.
Portal: De todas composições e interpretações, qual aquela que tu mais se emociona em cantar para os fãs ?
MB:  Têm músicas que marcam a vida da gente, essas com certeza a gente canta com carinho e se emociona. “A Buscar Guarida (Marquito F da Costa/ Filipi Coelho)”, “Jaguara (Túlio Urach)”, “Anti-Amor (Gustavo Mioto)” e “Apelido Carinhoso (Gusttavo Lima)” são umas delas.
Portal: Qual a meta de trabalho para 2018 ?
MB: 2018 já começou abençoado pra mim quando o Gusttavo Lima publicou meu cover no Instagram dele e o trabalho começou a tomar outra proporção. Hoje Nosso QG, lançadao em Novembro de 2017, é uma das músicas de artistas gaúchos mais executadas no Spotify. Vai ser um ano de plantar coisas boas pra colher em 2019, e assim seguimos em frente.
Portal: Existem muitos talentos musicais em Alegrete. Recentemente o Guilherme Porto, soltou a voz no The Voice Kids. Qual a mensagem de incentivo para quem sonha em se tornar um cantor de sucesso ?
MB: Alegrete tem muitos artistas bons. Muitos músicos, compositores e instrumentistas talentosíssimos. Acreditem em si mesmos e confiem nos seus sentimentos. Se tem amor e respeito, Deus dá um jeito.
Por: Júlio Cesar Santos

Curta nossa Fan Page


Comentar com Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *