Novidade pode liberar crédito para um milhão de gaúchos

Estimativas feitas pela Associação Gaúcha para Desenvolvimento do Varejo (AGV) preveem aumento enorme no potencial de consumo

dindin

Lembra do cadastro positivo? É um cadastro com o histórico de bons pagamentos dos consumidores. Foi criado em 2013 com o objetivo de reduzir o juro de empréstimos e compras parceladas para quem não costuma atrasar as contas. Só que não decolou.

O Banco Central quer agora que a adesão seja automática, ou seja, todo brasileiro com um CPF entraria para o cadastro positivo. Teria que pedir para sair. Isso ocorrendo, 1 milhão de gaúchos entrariam para o mercado de crédito.

A estimativa é da Associação Gaúcha para Desenvolvimento do Varejo (AGV). Ou seja, teriam aumento enorme no potencial de consumo. Dinheiro que seria gasto em eletrodomésticos, eletrônicos, automóveis e imóveis populares.Mas isso não aumentaria inflação, endividamento e inadimplência?

O risco é mínimo, diz o presidente da AGV. Vilson Noer aposta na conscientização dos consumidores. Mas a adesão automática já gera polêmica. O Ministério Público Federal divulgou uma nota pública dizendo que viola o direito à privacidade e de proteção de dados pessoais nas relações de consumo.

Fonte: Diário Gaúcho





Curta nossa Fan Page





Comentar com Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *