Pai se emociona ao falar de pedreiro que salvou menino de 7 anos de casa em chamas: ‘Agradecer é pouco’


Por iniciativa própria, Anderson Rodrigues da Silva, de 25 anos, não esperou a chegada dos bombeiros e entrou na casa para retirar a criança que estava no local.

A coragem de um pedreiro salvou a vida de um menino em Santa Rosa, na Região Noroeste do Rio Grande do Sul. Por iniciativa própria, Anderson Rodrigues da Silva, de 25 anos, não esperou a chegada dos bombeiros e entrou em uma casa em chamas para retirar a criança de 7 anos que estava no local.

O pai, que ainda se recupera do susto, se emocionou ao falar da atitude de heroísmo.

“Não existe palavras. Materiais, isso aí, vem de novo. Mas uma vida não”, disse Rosauro Santos Tavares.

“Se eu agradecer pra ele é pouco. É pouco”.

O menino teve apenas ferimentos leves. Para fazer o salvamento, Anderson escalou a parede e depois arrebentou as grades de ferro da janela.

Pai se emociona ao lembrar resgate de filho de 7 anos por pedreiro que entrou em casa em chamas (Foto: Reprodução/RBS TV)

Pai se emociona ao lembrar resgate de filho de 7 anos por pedreiro que entrou em casa em chamas (Foto: Reprodução/RBS TV)

A casa fica no andar de cima de uma loja, que não foi atingida pelo fogo. Segundo os bombeiros, o menino estava sozinho quando o incêndio começou.

O pedreiro trabalhava em uma obra perto do local. Após entrar na casa, ele conseguiu salvar a criança, que foi entregue para outras pessoas.

“Eu vi o gurizinho na janela, desesperado. E eu pensei em entrar por dentro, mas não tinha como entrar por dentro, não conheço a casa. Pensei em escalar a parede pra chegar na janela. Consegui chegar na janela, arranquei a janela, e tirei ele de lá”, lembra ele.

 Uma perícia vai apontar as causas do incêndio.
Pedreiro Anderson, de 25 anos, trabalhava em obra perto da casa que pegou fogo (Foto: Reprodução/RBS TV)

Pedreiro Anderson, de 25 anos, trabalhava em obra perto da casa que pegou fogo (Foto: Reprodução/RBS TV)

Fonte: G1


Curta nossa Fan Page


Comentar com Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *