Por atraso na entrega, 150 ampolas para quimioterapia vão parar no lixo no Hospital Universitário



Prejuízo passaria de R$ 150 mil, além do atraso na aplicação das doses nos pacientes. A princípio, o motivo teria sido a greve nos Correios

Parte dos pacientes que se tratam contra o câncer no Hospital Universitário de Santa Maria (Husm) voltaram para casa ontem sem poder fazer a quimioterapia. O motivo: o atraso na entrega de 150 ampolas do medicamento Trastuzumabe 150mg fez com que elas chegassem ao hospital sem condições de uso, pois a temperatura estava bem acima da recomendada. Por isso, os medicamentos não tiveram condições de serem aplicados e vão parar no lixo. Não há confirmação do custo, mas a estimativa é que o prejuízo passe de R$ 150 mil.

 

Em nota, o Husm confirmou: ¿está em falta o medicamento Trastuzumabe 150mg, usado para tratamento de câncer de mama. O medicamento é fornecido pelo Ministério da Saúde e distribuído pela Secretaria Estadual de Saúde. A carga de 150 caixas, entregue na semana passada, chegou sem condições de uso. A instituição comunicou o fato ao Estado, que prometeu regularizar o estoque até o início da próxima semana.¿

O real motivo teria sido a greve dos Correios, apesar do o Husm não dar detalhes sobre isso. O setor de farmácia hospitalar diz que fez de tudo para tentar localizar onde estariam os medicamentos, pois estaria disposta a ir ao local para buscar as ampolas a tempo. Porém, foi em vão. Como um novo lote do medicamento chegará a Porto Alegre na segunda, a farmácia do Husm irá à Capital para buscar o medicamento. A expectativa é retomar as aplicações na terça, para evitar prejuízos aos pacientes.

 

Os Correios emitiram nota informando que estão averiguando se foi a estatal que era responsável por esse transporte. É que, além dos Correios, outras empresas costumam fazer entregas para a Secretaria Estadual da Saúde.

 

Fonte: Diário de Santa Maria







Curta nossa Fan Page





Comentar com Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *