PRF precisaria de 150 novos agentes para monitorar todos os postos no RS

Efetivo caiu 6,85% de 2014 para 2015. Em fevereiro, 20 policiais a mais devem reforçar fiscalização nas estradas

 prf1

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) precisaria de 150 novos agentes para monitorar todos os 40 postos existentes nas estradas do Rio Grande do Sul. Quem estima é a própria coorporação, que, de 2014 para 2015, registrou uma queda de 6,85% no efetivo.

Em 2014, 773 policiais fiscalizavam as rodovias federais no Estado. No ano seguinte, o número caiu para 720 em função de aposentadorias de agentes. Apesar do déficit, o efetivo é ainda superior ao contingente de 2011, por exemplo (veja abaixo).

Depois do feriado de Ano-Novo, o Departamento Estadual de Trânsito (Detran) avaliou que a diminuição do efetivo do próprio órgão, da PRF e do Comando Rodoviário da Brigada Militar (CRBM) fez com que se multasse menos motoristas embriagados no feriadão. Houve uma redução de 58% na aplicação de testes do bafômetro.

— Choveu muito no período (do Réveillon), o que resultou na redução da fiscalização em todo o Estado. Também houve muitos congestionamentos, e se reduziu a quantidade de abordagens para que se deixasse o trânsito fluir. Nosso trabalho está sendo feito da melhor maneira possível, mas, certamente, com mais policiais, faríamos um trabalho melhor — diz o chefe de Comunicação da PRF no Rio Grande do Sul, Alessandro Castro.

Em fevereiro, 20 policiais aprovados em concurso em 2013, mas que ainda não haviam sido chamados, irão reforçar o efetivo da corporação no Estado. No ano passado, a falta de pessoal provocou o fechamento de dois postos da PRF nas rodovias gaúchas: em Dom Pedrito, na Campanha, e em Santo Antônio da Patrulha, no Litoral Norte. Ambos se tornaram pontos de apoio para os agentes em dias de grande movimento nos trechos.

Mesmo com o déficit de efetivo, a PRF comemora o balanço do ano passado. Houve 22% menos mortes nas estradas federais gaúchas em 2015 em relação a 2014 (o número caiu de 508 para 396 vítimas fatais).

O efetivo da PRF no Estado nos últimos 20 anos:

1995 – 774
1996 – 764
1997 – 721
1998 – 697
1999 – 696
2000 – 677
2001 – 641
2002 – 616
2003 – 670
2004 – 675
2005 – 727
2006 – 804
2007 – 785
2008 – 758
2009 – 735
2010 – 718
2011 – 696
2012 – 749
2013 – 801
2014 – 773
2015 – 720

Fonte: ZERO HORA





Curta nossa Fan Page





Comentar com Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *