Secretário afirma que recuperação asfáltica da Eurípedes está dentro dos padrões




Depois de três meses interrompida, a Avenida Avenida Eurípedes Brasil Milano teve o tráfego de veículos liberado, na manhã de ontem(11). Com isso houve muitos questionamentos, pelos motoristas, sobre a qualidade do asfalto, desníveis e a brita que ainda estava solta.

A avaliação foi negativa quanto ao trabalho da Corsan. Alguns leitores entraram em contato com o PAT e dentre as perguntas estava se a obra já havia sido concluída naquele trecho, e se tinha ocorrido fiscalização por parte da Prefeitura.

Em contato com o secretário de infraestrutura, Jetter de Souza, ele esclareceu que a Companhia colocou 6cm de asfalto como havia sido acordado e que a obrigação era de realizar o trabalho nos locais que foram danificados pelas obras.

“Isto foi feito pela empresa, ela cumpriu e colocou pavimentação. Ao mesmo tempo conversamos e gestionamos junto à Corsan para que seja feito a pavimentação em toda a via, mas isso ainda está em negociação” – destaca Jetter.

O secretário disse que a obra foi fiscalizada pelo engenheiro Croaci Amaral. Outro detalhe, é que devido a chuva não foi possível realizar a limpeza da via, este foi o motivo de ficar  britas no local.

Jetter argumentou que a Avenida estava com um asfalto muito velho e desgastado e esse também é um dos motivos dos desníveis.





Curta nossa Fan Page





Comentar com Facebook

12 comentários

  • Jorge Nunes

    Se isso que foi feito é padrão, o que é mesmo uma esculhambação? O que foi feito é uma verdadeira afronta ao usuário.

  • o trabalho executado… péssimo! Se o “padrão” de qualidade do Jetter for esse!!! Coitado do alegrete. E esse engenheiro que “fiscalizou”…foi lá olhar!!!? Nas primeiras chuvas esse remendo já era…daí tem de reparar com verba do municipio…ou seja…do povo! Como sempre! Bom dia! Jorge Du Alegrete.

  • flavioassis brasil

    que barbaridade desculpa esfarrapada ;acredito que a obra foi bem realizada pelo o podemos observar. mas a qualidade da finalização foi um lixo um desrespeito ao cidadão. no final o asfaltamento teria que ser total na via ai sim ficaria descente

  • ana

    é a corsan só arrebenta calçadas, asfalto e arruma como quer, são uns aproveitadores só visão o seu lucro , minha calçada ficou toda com ondas e buracos depois de terem colocado a maquina de abrir a vala para troca de encanamento da rua arrumarão só o que queriam e como queriam falta de respeito . Se não arruma tem que interditar as obras ,só assim para fazerem conserto direito .Quanto ao fiscal de obras da prefeitura esta precisando no minimo de óculos ou esta levando algum para não enchergar tamanha bagunça!!!!!!!!

  • Santo J. Furtado

    VENDO AS FOTOS, DÁ PRA VER NAO BRITA SOBRE O ASFALTO, MAS DEFORMAÇÕES DEVIDO AO MAL ACABAMENTO DO ASFALTO. PRA FISCALIZAR CONTRIBUINTE TEM FISCAIS E PRA FISCALIZAR ESTAS OBRAS?

  • pagador de imposto

    Normal acontecer este tipo de situação na cidade do antigo Alegrete! Gasolina com preço absurdo, asfalto pior que estrada de chão batido, exploração de trabalhadores por falta de empresa.
    Enfim, se tiver 2 cm de asfalto neste descaso da euripides é demais. Não basta o governo federal assaltar os pagadores de impostos, é necessário que o município o faça também.

  • PEDRO C

    Acho que esse engenheiro Croaci é o mesmo engenheiro da ponte. Nao conseguiu nem tirar o acumulo de água da cabeceira. Duvido que ele tenha ido la fiscalizar.

  • Oscar Cesar Soares

    Tá certo este é padrão de Alegrete, as ruas assualtadas cheias de remendo e buracos, o secretário esta certo e o fiscal deve tet pouca visão.
    A Corsan abre buracos nos assualtos novos e fica por isso mesmp.

  • Jane

    Tá na hora dos residentes irem pra rua, interditar e protestar. Só liberar quando resolverem. Afinal quem ficou todo este tempo interditado merece respeito.

  • atos alves pereira filho

    Está na hora de nossa administração ter mais cuidado em suas fiscalizações, para que não aconteçam mais estes lixos de obras.

  • Observador

    Padrão FIFA…..hehehehe.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *