Trabalhador rural encontrado caído na Tiaraju morre três meses depois

Depois de três meses internado, morreu no último domingo(08),Jair Jaques do Prado de 53 anos. O trabalhador rural foi conduzido à UPA no dia 29 de setembro pelo SAMU. À época, em entrevista uma das irmãs, teria dito que a possibilidade seria um atropelamento na Avenida Eurípedes Brasil Milano.

avenida tiaraju

Mas conforme investigação da Policia Civil, foi apontado que o local inicial relatado por populares estava equivocado. Jair foi encontrado caído na Avenida Tiarajú, desacordado e sem lesões aparentes.

Conduzido à UPA foi transferido para UTI da Santa Casa e devido a gravidade do caso(AVC hemorrágico), transferido para Uruguaiana.

No dia 8 de outubro retornou a Alegrete, onde permaneceu por mais de 40 dias na UTI. O investigador esclarece que diante de todas as evidências foi concluído que Jair teria caído. Com o impacto ao solo provocou o trauma. “Não havia lesões, arranhões, nada que levasse a um possível atropelamento ou até mesmo tentativa de defesa em caso de um possível latrocínio” – destaca.

O trabalhador era bastante conhecido na região do Durasnal, local onde morou nos últimos anos. Ele tinha vindo à cidade na casa de parentes e estava retornando para o interior.

 

Foto: imagem ilustrativa



Curta nossa Fan Page



Comentar com Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *