Vigilância ambiental aperta prevenção ao aedes aegypti


O Município de Alegrete é considerado infestado pela presença do mosquito, só no último ano foram registrados 48 focos. O Setor possui um trabalho desenvolvido de forma educativa e atuante, através de visitas em praticamente todos os imóveis da cidade.
E devido a isso o Setor de Vigilância em Saúde Ambiental, da Secretaria da Saúde  continua com o trabalho de combate ao mosquito Aedes Aegypti.  A equipe também orienta a população quanto à presença de carrapatos, pulgas, ratos e demais pragas urbanas. Estas devem ser combatidas pelos proprietários dos pátios ou terrenos, mantendo a limpeza deses locais.
Conforme informações do Diretor da Vigilância Ambiental em Saúde, Jorge Galarça Ribeiro, apesar dos focos do mosquito, o ano de 2017 terminou com a situação epidemiológica de combate ao mosquito Aedes Aegypti, considerada positiva.
“Alertamos para que todos façam a sua parte, eliminando todo e qualquer criadouro do mosquito (água parada), limpando seu pátio de forma vigilante, pois a luta é de todos, iniciamos o ano de 2018 sem nenhum foco identificado”, ressalta Jorge.
No entanto, o setor informa que esse é o período de maior incidência e perigo ao surgimento de novos focos, devido ao calor propício e ao deslocamento de pessoas, que normalmente viajam.
O Setor de Vigilância em Saúde Ambiental (Controle de Vetores), fica localizado na Av. Assis Brasil, nº 930 A. O horário de atendimento é das 07h30 às 19h. Outras informações através do telefone, 3426-2908.

Curta nossa Fan Page


Comentar com Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *