2° Esquadrão da Brigada Militar tem intensificado treinamento do efetivo

O trabalho diferenciado da Brigada Militar está cada dia mais evidenciado em Alegrete.

Desde fevereiro uma ação importante refere-se aos frequentes treinamentos em toda corporação. As atividades em grupo estão sendo realizadas pelo Tenente Nei Machado. Com uma larga experiência, mais de 27 anos junto à Instituição e com passagens por mais de quatro cidades, sendo nos últimos dois anos no Presídio Central, Tenente Nei, juntou-se à corporação e assumiu o Comando Operacional, como sub comandante local.

Numa entrevista realizada no PAT, o policial militar, explicou a dinâmica desenvolvida nos últimos tempos.

Tenente Nei inicia descrevendo que a atualização é muito importante para que a qualidade do trabalho seja a mais eficiente possível. Esta é uma preocupação constante. Anualmente há uma planejamento do Comando Geral para que haja um treinamento com todo efetivo. Além desta ação, ele desenvolveu uma programação diferenciada que visa aprimorar ainda mais todas as áreas dentro do grupo.

Dentre os treinamentos, já ocorreram defesa pessoal, abordagem policial, tiro e em setores como o 190(sala de operações), e documentação operacional. Também houve a integração com outros órgãos, como foi o caso com a Guarda Municipal, referente ao uso do teste do etilômetro. As reuniões específicas com cada área auxilia para que as dificuldades sejam sanadas de forma mais rápida, assim como identificadas de maneira mais efetiva. Na quinta-feira(5), os policiais que não eram habilitados pela Brigada Militar, passaram por testes e ficaram aptos para conduzirem as viaturas. “Além da habilitação realizada pelo DETRAN, o curso para dirigir veículos de emergências, ainda requer treinamento.

As orientações junto aos sargentos que coordenam o efetivo, nas ruas diariamente, auxiliou para que a resposta fosse ainda mais profícua. Assim como o serviço de inteligencia que está “municiando” o policiamento com mais informações.

Com muita experiência junto aos grupos especiais, o sub comandante, tem um foco mais específico para o GOE . Ele comenta que Alegrete é um dos Municípios com maior defasagem, em termos de efetivo, mas com uma qualidade acima da média.

“Somente neste período, seis meses, foi destaque e teve o maior número de apreensões de drogas, prisões de foragidos entre outras ações, na Fronteira Oeste. O grupo aqui é muito pró ativo, tem iniciativa e esses treinamentos e atualizações são estímulos e agem de foram motivacional para que eles busquem o resultado positivo” – ponderou.

Das preocupações do grupo, o Presídio se destaca. O Tenente cita que a Casa Prisional é, hoje, um grave problema devido à localização e à superlotação. As tentativas de fugas e arremessos são um dos fatores.

Estão programados treinamentos com outros órgãos como POE de Santana do Livramento. Neste caso, a integração e a troca de experiências são componentes importantíssimas nessa busca por estar sempre desenvolvendo um trabalho com excelência para a comunidade.

As abordagens rotineiras e em pontos distintos, são preventivas e auxiliam no ostensivo. Muitas armas e drogas são apreendidas, além de coibir a prática de muitos crimes.

Flaviane Favero

Compartilhar

Seja o primeiro a comentar

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será divulgado.


*