A chama crioula já está na Praça; Iniciaram os Festejos Farroupilhas em Alegrete

Este dia 13 de setembro, Alegrete amanheceu com uma movimentação diferente. Muitos acordaram cedo para integrar a cavalgada da chama crioula.

A cavalgada que iniciou oficialmente, no início da Avenida Rondon, percorreu menos de 5km até chegar à praça Getúlio Vargas. Centenas de cavalarianos de todos os CTGs e piquetes de Alegrete mostram a força do movimento tradicionalista aqui no Município.

Por volta das 10h45min, iniciou oficialmente os Festejos Farroupilhas de 2018, quando o coordenador da chama, Milton Nardon entregou a centelha ao coordenador dos Festejos, Cléo Severo Trindade, que junto com a prefeita Cleni Paz fizeram o acendimento da pira junto ao Monumento do Expedicionário.

Um grande púbico acompanhou a chegada e distribuição da centelha aos CTGs e piquetes. Ao longo do trajeto de pouco mais de 5km, centenas de pessoas aplaudiram os cavalarianos. A Avenida Rondon e Assis Brasil ficaram repletas de pessoas que exaltaram o orgulho de pertencer a cidade mais gaúcha do RS. Na Praça Nova e arredores, uma multidão prestigiou a passada da chama crioula.

Até o dia 20 de setembro, a chama arde na Getúlio Vargas, sob a guarda de peões e prendas das entidades tradicionalistas. O coordenador dos Festejos desejou a todos uma semana onde em cada galpão se viva com a harmonia e paz, sem exageros e respeito às verdadeiras tradições a todos que participam deste que é o maior evento tradicionalista do RS.

A prefeita Cleni Paz saudou os presentes e desejou uma semana de muito culto e devoção às nossas tradições. E que cada um faça desta festa, orgulho para o Alegrete e o Rio Grande.

-A cidade está em plena atividade gauchesca, é lindo ver nossos tradicionalistas de todas as gerações se preparando para esse grande evento que é a Nossos Festejos Farroupilha. A chama crioula que tem por finalidade manter acesa o amor pelo nosso Rio Grande, além de representar para nós gaúchos um resgate da história e tradição. Seu calor aproxima gaúchos e gaúcha de todas as fronteiras . Que o gesto de Paixão Cortes continue vivo na lembrança de cada um de nós”.

Vera Soares Pedroso

Fotos; Vera Pedroso e Giovani Moraes

Compartilhar

2 Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será divulgado.


*