A força do vento causou muitos estragos na cidade e interior

O resultado de pouco mais de 25 minutos de intensas rajadas de vento, acompanhadas de forte chuva e descarga elétrica foi de várias árvores caídas, fios de alta tensão e muitos bairros e parte do Centro sem energia elétrica.

A coordenadora da Defesa Civil, Maysa Moreira, informou que os chamados foram de casas destelhadas em pontos distintos da cidade, como rua Daltro Filho, bairro Vera Cruz e demais regiões.

Já os Bombeiros foram acionados devido ao número de galhos e árvores caídos na Avenida Assis Brasil, Mariz e Barros, Eurípedes Brasil Milano entre outros.

Na rua Mariz e Barros, também, houve o bloqueio do trânsito, nas últimas duas quadras, pelo risco da queda de um poste de energia. Outro registro foi feito na Avenida Eurípedes Brasil Milano, próximo ao Presídio Estadual de Alegrete. Um poste de energia ficou suspenso pelos fios. A RGE foi chamada e deu prioridade pois havia, inicialmente, a informação de que poderia ter uma pessoa dentro de um carro com fios de alta tensão sobre o veículo. Porém, o diretor da Guarda Municipal, Ângelo Tertuliano, disse à reportagem que felizmente não havia pessoa no interior do carro. O risco maior seria para às famílias nas adjacências e transeuntes. O trânsito foi interrompido pela Guarda Municipal, naquela quadra.

Em contato com a Brigada Militar, nenhuma ocorrência grave foi registrada. No posto Primeiro, perto do CTG Farroupilha, uma bomba de combustível tombou e atingiu um táxi. Mas ninguém se feriu.

A reportagem fez um passeio pelas ruas da cidade após o temporal. O leitor pode acompanhar direto na página do Alegrete Tudo. O total de chuva no período do temporal foi de 30mm a previsão era de 10mm. Alguns locais também registram falta de água.

A RGE, conforme o departamento de comunicação da Prefeitura, está efetuando um levantamento dos estragos causados pelo temporal.

Conforme o representante da empresa, Thiago Paz, muitos alimentadores de energia estão fora de operação. Para reativá-los, as equipes da RGE deverão localizar os pontos onde houve rompimentos de cabos.
A empresa pede cautela à população ao circular nas ruas porque há muitos postes e fios no chão. No momento de reativar os alimentadores, poderá ocorrer estouro de transformador ou rompimento de fios. Na própria sede da empresa, não há luz.
Já a Defesa Civil está de plantão para atendimento de emergência. Ligar para: 3961 1606 e 99147 7276.

No interior do município há informações, segundo grupos de WhatsApp, de falta de energia e árvores caídas.

Compartilhe
  • 894
  •  
  •  
  •  
  •  
    894
    Shares

Seja o primeiro a comentar

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será divulgado.


*