Adolescente mata pai a golpes de facão e marreta para defender mãe de agressão

Agressões do pai à mãe do jovem eram recorrentes, segundo a polícia.

Um adolescente de 16 anos matou o pai, na noite desta terça-feira (4), para tentar defender a mãe que estava sendo agredida por ele, no bairro de Paratibe, em João Pessoa. De acordo com a perita do Instituto de Polícia Científica (IPC), Amanda Melo, o adolescente usou um facão e uma marreta para matar o pai.

A briga entre pai e filho teria começado dentro da casa da família e terminou na garagem, com a morte de Rivaldo Santana de Oliveira, de 45 anos.

Segundo a perícia, o adolescente estava muito nervoso quando a equipe do IPC chegou ao local. Além disso, ele também apresentava lesões cortantes pelo corpo. Ele contou que o pai chegou bêbado em casa e começou a bater na esposa e discutir com ela. O adolescente então tirou o pai de perto da mãe e o levou para o quarto.

Em seguida, o adolescente também foi para outro quarto, quando ouviu novamente o pai discutir com a mãe. A partir do momento que o jovem percebeu a agressão, ele pegou o facão e uma marreta e atingiu o pai, que morreu no local.

De acordo com o delegado Silvio Bardassom, a mãe do adolescente ainda não foi ouvida pela Polícia Civil, porque estava em estado de choque com a situação. No entanto, ele afirmou que pelas informações colhidas no local do crime, a violência já estava acontecendo há algum tempo.

Ainda conforme o delegado, não é possível concluir se o crime é caracterizado como legítima defesa ou homicídio. Os testemunhos e laudos vão ser analisados e só depois que a investigação for concluída é que será possível precisar a caracterização do crime.

Adolescente mata pai para defender mãe que estava sendo agredida, em João Pessoa

Adolescente mata pai para defender mãe que estava sendo agredida, em João Pessoa

Homem agredia esposa e filhos

homem assassinado em João Pessoa agredia também os dois filhos, conforme informado pela promotora da Infância e Juventude, Ivete Arruda, em entrevista ao G1, nesta quarta-feira (5). Segundo a promotora, o adolescente de 16 anos confessou que matou o pai durante uma oitiva informal, realizada no Ministério Público da Paraíba. A mãe dele e o irmão mais velho, que foram declarantes, confirmaram o depoimento do rapaz.

Fonte: G1

Compartilhar

Seja o primeiro a comentar

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será divulgado.


*