Alegretense Alexandre Rosa é campeão da Maratona Internacional de Porto Alegre

O atleta alegretense Alexandre Rosa faturou a Maratona Internacional de Porto Alegre na categoria para deficientes visuais.

Com mais 10,2 mil inscritos, a 35ª Maratona Internacional de Porto Alegre ocorrida na manhã do domingo (10), teve um obstáculo a mais para os corredores. Chuva e um vento gelado testou a força de cerca de 5 mil atletas que desafiaram os 42.195 Km.

Corredores de vários estados e países estiveram presentes, com destaque para mais de 1,5 mil paulistas e em torno de 200 uruguaios. O evento deste ano teve como padrinho o maratonista brasileiro Ronaldo da Costa, campeão na Maratona de Berlim de 1998, quando consagrou-se recordista sul-americano.

As provas realizadas foram Cadeirante e Especial; Maratona Feminina e Maratona Masculina (ambas com 42.195 km); Meia Maratona de Porto Alegre (21 km); e Rústica (7,5 km). A saída e chegada ficava junto ao Barra Shopping Sul, na avenida Diário de Notícias. A organização do evento foi do Clube dos Corredores de Porto Alegre (Corpa).

O alegretense Alexandre Rosa foi um dos vencedores nas categorias especiais. Guiado pelo Capitão do Exército Diogo Santos, juntos cronometraram 3 h 31 min 49 segundos, na maratona. “Muita água na pista. Tinha momentos que pegamos chuva e vento de frente. Chegava empurrar a gente”, destacou o campeão da categoria para deficientes visuais. Alexandre recebeu troféu alusivo a maratona gaúcha, com o desenho de uma cuia e bomba de chimarrão, além do prêmio em dinheiro pelo título.

“Obrigado equipe ACERGS, galera da Longevitta e meu treinador Eduardo Peres Júnior. Valeu apoiadores, essa vitória também é de vocês”, comemorou Rosa.

Na Maratona Masculina, os primeiros cinco finalistas foram Jurandyr Couto Junior; Alisson Rocha Peres; Marcos Alexandre Elias, Eberth da Silva Silvério e Luis Felipe Leite Barboza. Já na Maratona Feminina ficaram por ordem de chegada Caroline Jepkemei Kimosop; Joziane da Silva Cardozo; Zenaide Vieira; Janete Tedesco e Antônia Keyla da Silva Barros.

Todos os cerca de 10,2 mil corredores, após cruzarem a linha de chegada, tinham à disposição água mineral, bebidas energéticas, bergamotas, maçãs, bananas e diversos tipos de bolachas para recuperarem-se do esforço físico. Ao longo do trajeto da corrida 140 mil potes de água mineral e 46 mil sachês de isotônico foram oferecidos aos atletas.

A 35ª Maratona Internacional de Porto Alegre contou o patrocínio da Unimed que colocou ainda à disposição 21 profissionais especializados em emergências, entre médicos e pessoal de enfermagem, além de cinco ambulâncias e duas motos, sendo montado um espaço próprio no local inclusive com coleta de agasalhos e apresentação do novo aplicativo Viver Bem.

O evento serviu também para a divulgação da campanha contra o trabalho infantil promovida pelo Ministério Público do Trabalho. Kits da iniciativa foram distribuídos e as camisetas usadas pelos atletas ostentavam o símbolo da ação de combate à exploração do trabalho infantil. A EPTC prestou apoio em todo percurso com sinalização e desvio de trânsito. No estacionamento do Barra Shopping Sul foi montada uma feira ocupando 1,2 mil metros quadrados, com 19 expositores.

Júlio Cesar Santos                                    Fotos: Reprodução Facebook

Compartilhar

Curta nossa Fan Page

Seja o primeiro a comentar

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será divulgado.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.