Alegretense confirma status de “ninja”, na Uphill Marathon, na Serra do Rio do Rastro

No último dia 31, o alegretense Luciano Moreira dos Santos, radicado em Santa Maria, retornou a Serra do Rio do Rastro.

O ultramaratonista alegretense confirmou o status de “Ninja”, nome dado aos que completam a árdua prova em solo catrarinense. A Uphill Marathon, é considerada a maior maratona de subida do Brasil e uma das provas mais concorridas do país. A corrida foi disputada no sábado, na Serra do Rio do Rastro.

Luciano correu os 42 Km da temível Mizuno Uphill Marathon, que neste ano apresentou algumas falhas. Durante a realização da prova, o trânsito na Serra do Rio do Rastro ficou fechado para veículos.

A prova também foi cenário de belas paisagens para os competidores Porém a 7ª edição da prova ficou marcada por inúmeras reclamações. Participantes reclamaram de pontos como filas e demora na retirada de artigos do guarda-volume e falta de mantas na linha de chegada.

Sobre as trocas de medalhas relatadas por participantes, a organização informou que isso foi identificado e que todos os participantes que concluíram a prova de 42 Km dentro do tempo limite receberão as medalhas corretas no endereço informado na inscrição. O envio será feito em até 30 dias após a prova, que seria o tempo de produção e envio.

Sobre os atendimentos médicos, a organização informou que todos que precisaram de auxílio foram atendidos e que nenhum caso necessitou de remoção hospitalar.

Mas a maratona foi tirada de letra pelo alegretense, que chegou bem na cidade de Bom Jardim da Serra. “Além do percurso totalmente desafiador, as intempéries durante a prova foram muitas, teve frio, chuva e vento. O respeito a Serra e a estratégia correta permitem chegar no topo, e assim foi”, avaliou o Moreira.

Após 3 horas e 56 minutos, o alegretense cruzou o pórtico de chegada, registrando uma performance melhor que do ano de 2018, quando lá correu a prova dos 25 Km. Entre os mais de 1400 atletas, Luciano ficou em 9º na categoria dos 45 a 49 anos e obteve um 96º na classificação geral.

No currículo duas provas na Serra do Rio do Rastro, e a confirmação que em 2020, vai tentar a prova Samurai.

O gaúcho Gabriel Picarelli, de Porto Alegre (RS), venceu a maratona masculina da Uphill Marathon. Ele completou os 42 quilômetros da corrida no tempo de 3h02min03seg. O segundo lugar ficou com José Eraldo de Lima, de Maringá (PR), com tempo de 3h02min44seg, seguido por Marcelo Henrique Rocha (3h05min42seg).

No desafio Samurai Battle, que somava os 42 km da maratona percorridos Serra acima entre o fim da tarde e início da noite aos 25 quilômetros percorridos pela manhã, o primeiro lugar ficou com outro gaúcho: Vinícius Bernardon da Silva, de Passo Fundo (RS). Ele completou os 67 quilômetros do desafio da tarde e da manhã no tempo de 5h27min39seg.

Felipe Costa da Silva, de Tubarão, fez o tempo de 5h31min48seg somando as duas provas e ficou com o segundo lugar. Gabriel Picarelli, que fez o melhor tempo na maratona de 42 km, conquistou a terceira colocação no cômputo do tempo das duas provas disputadas, concluindo as corridas em 5h32min52seg.

No feminino, a vitória nos 42 kms da maratona ficou com Giovanna Costa Martins, do interior de São Paulo, com o tempo de 3h41min26seg. Marjorie Barcelos (3h45min02seg) e Letícia da Silva Saltori (3h49min20seg) fecharam os três primeiros lugares da Uphill Marathon.

Já no desafio Samurai Battle, soma dos 42 kms da maratona com os 25 km da prova matinal, a vitória ficou com Lucimari Perin Miretzki, que completou as duas corridas no tempo de 7h03min. Letícia da Silva Saltori (7h28min26seg) e Dayse Meira Montenegro Miserani (8h04min58seg) completaram as três primeiras colocações na soma dos 67 km das duas provas.

Luciano já deu início a uma série de treinamentos de 16 semanas, visando a estréia nas 12 horas, em Vila Velha, Espírito Santo.

Júlio Cesar Santos Fotos: Fotop Fotos

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *