Alegretense Luciano Zucco, o deputado estadual mais votado do Rio Grande do Sul

Com 166.747 votos, o tenente-coronel Luciano Zucco (PSL), de 44 anos, foi o candidato a deputado estadual mais votado do Rio Grande do Sul na eleição do último domingo (7). Filho de um sargento da Brigada Militar e de uma professora, ele nasceu em 1974 no Hospital da Guarnição Militar de Alegrete.

Com 26 anos de serviço militar, o alegretense confessa ter ficado surpreso com a votação. “Tenho um carinho muito grande pelo povo de Alegrete. Vou trabalhar para todos como sempre fiz. Sou um servidor do Estado”, comentou.

Formado em 1996, na Academia Militar das Agulhas Negras, Zucco fez cursos operacionais no Rio de Janeiro, na Brigada Paraquedista, mesma escola de Jair Bolsonaro. Tem pós-graduação e mestrado em segurança e cursos de inteligência no Brasil e no exterior. No Exército, participou das forças de pacificação no Rio de Janeiro. Fez parte da equipe de segurança da ex-presidente Dilma Rousseff, em 2008.

Na área de ensino, pretende ampliar o número de escolas militares. Sem experiência política, decidiu se candidatar por acreditar que pode colaborar com a diminuição dos problemas com a segurança. “Acompanho o cenário da insegurança pública há um bom tempo. Já perdi colegas meus muito próximos e amigos fruto da violência. De tanto estudar, de tanto ajudar de uma outra forma, eu achei que eu posso, enfim, tentar passar algum conhecimento nessa área”, afirmou Zucco.

O Deputado estadual eleito com a maior votação no Rio Grande do Sul, promete concentrar esforços na Assembleia Legislativa em duas áreas: educação e segurança.  Com 64,6 mil a mais do que o segundo colocado na disputa, Ruy Irigaray (PSL), que registrou 102,1 mil, é sincero ao dizer que não esperava toda essa votação. Argumenta que é cercado por pessoas maravilhosas que fizeram a diferença.

Ao longo da campanha, o tenente-coronel aproveitou para fazer elogios e destacar sua proximidade com as ideias defendidas por Jair Bolsonaro, seu colega de PSL e candidato à Presidência. Próximo do candidato Jair Bolsonaro, de quem recebeu uma ligação de motivação no domingo de manhã, e do candidato a vice-presidente General Mourão, seu comandante quando estava no Comando Militar do Sul, Zucco defende a flexibilização do uso de armas para aqueles que chama de “cidadãos de bem”.

Em Alegrete, o militar recebeu 3.456 votos. Antes de entrar na disputa por uma cadeira na Assembleia, atuava no Comando Militar do Sul, com sede em Porto Alegre. Por causa do mandato parlamentar, a partir de 2019, o tenente-coronel vai para a reserva.

Zucco também afirmou que, na Assembleia, buscará desenvolver iniciativas para elevar “a disciplina” dentro das salas de aula. Segundo o deputado eleito, a intenção será introduzir questões morais, cívicas e de patriotismo já desenvolvidas em colégios militares espalhados pelo país.

Júlio Cesar Santos

Compartilhar

Seja o primeiro a comentar

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será divulgado.


*