Alexandre Rosa vence Meia Maratona de Uruguaiana com boa participação de alegretenses

No domingo (18), foi dia da  24ª Meia Maratona Internacional de Uruguaiana. A já tradicional largada do Parque Dom Pedro II, contou com 296 corredores de várias cidades do RS, da Argentina e do Uruguai.

O percurso de 21 quilômetros, teve uma elogiável organização da Associação dos Corredores de Rua de Uruguaiana (Acoru), do Presidente Selmar Salles. Paralela a meia, a 13ª edição da rústica reuniu 72 atletas.

O vencedor da Meia Maratona 2019 foi Naisson Nidgie da Silva Pinheiro, de 29 anos, de Santana do Livramento, com o tempo de 1h09min43¨. No feminino, a ganhadora, pelo sétimo ano consecutivo, foi Maria Rosana Ferreira, 52, de Ijuí, fazendo o percurso em 1h24min11¨.

A Rústica teve como vencedor Everaldo Medina de Almeida, 42, de Uruguaiana, com o tempo de 33min45¨. No feminino, ganhou Francisca Alves, de 42 anos, da cidade argentina de Curuzú, com o tempo de 55min32¨. Todos que concluíram os trajetos receberam medalhas de participação. Os vencedores, ao todo, dividiram R$ 5,5 mil em prêmios.

De Alegrete, destaque para Alexandre Rosa. Correndo com o guia Alexandre “Bilu”, a dupla triunfou na Fronteira. Rosa completou os 21 km, em 1 hora 41 minutos. “O frio e o vento gelado foram alguns obstáculos, mas nada que nos fizesse parar de correr e buscar uma melhora de tempo”, destacou o atleta.

Esta foi a sétima participação na prova, e mais um título. Campeão na categoria deficientes visuais. “É uma das provas que sempre coloco no meu calendário anual de corridas. Quero agradecer meu guia Bilú, pela parceria, pela amizade e dedicação, agradeço também todas as pessoas e empresas que me apoiam e incentivam cada vez mais”, avaliou o alegretense.

Destaque também para a atleta Cleide Aurélio. Em sua primeira prova de 21, ela arrematou o troféu de campeão na sua faixa etária. Outro atleta local que se desafiou na distância, foi Rodrigo Goulart, vice-campeão na categoria. Alegrete ainda foi ao pódio com Fábio Bilher, terceiro colocado na faixa etária.

Mais atletas alegretenses finalizaram com êxito o percurso, mas não obtiveram premiação nas categorias. A maioria dos participantes atravessou a Ponte Internacional e foi até a praça San Martin, na vizinha Paso de los Libres, retornando até o Ginásio Municipal da avenida Presidente Vargas. A ponte que liga o Brasil à Argentina teve o tráfego interrompido por medida de segurança aos atletas.

Júlio Cesar Santos                                            Fotos: Reprodução 

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *