Banrisul admite erro e devolve valor cobrado indevidamente de parte dos servidores estaduais

Correntistas que solicitaram empréstimo relataram que banco descontou quantia indevida.

Parte dos servidores do governo do Estado, que fez empréstimo no começo do mês por conta dos atrasos no pagamento do salário de junho, tomou um susto ao consultar o saldo na conta do Banrisul nesta segunda-feira (15). O Piratini depositou, ainda na madrugada,  uma primeira parcela, de R$ 1,5 mil, para quem ganha acima de R$ 4 mil líquidos.

Porém, o banco cobrou todo o valor do empréstimo, deixando uma quantidade não informada de servidores com saldo vermelho na conta. Dezenas de mensagens e ligações foram enviadas para GaúchaZH.

– Estou meio boba. Não estou nem saindo de casa. Nunca entrei no negativo – disse uma pensionista que ganha R$ 4,5 mil e que prefere não ser ser identificada.

Por meio da assessoria de imprensa, a Secretaria Estadual da Fazenda informou que o problema deveria ser encaminhado diretamente ao Banrisul, pois essa operação é uma relação entre correntista e o banco. Às 9h45min, o Banrisul reconheceu o erro e informou que o problema foi solucionado, mas não disse por que a confusão foi criada.

“Ocorreu um lançamento indevido para aproximadamente 10% das contas dos usuários que solicitaram o empréstimo Banrisalário e são funcionários do Estado do RS. No entanto, os estornos já foram efetuados, sem qualquer prejuízo para nenhuma das partes. A situação foi resolvida antes mesmo de as agências abrirem”, informa a nota enviada pela assessoria do banco.

Sobre o pagamento da folha de junho, o governo quitou, nesta segunda-feira, o salário de quem ganha até R$ 4 mil líquidos. Já os servidores que recebem acima desse valor começaram a receber de forma parcelada.

Quem ganha até R$ 4,5 mil já sabe que receberá três parcelas: uma nesta segunda-feira, outra na terça-feira (16) e a última uma semana depois, em 23 de julho.

Os servidores que ganham acima de R$ 4,5 mil líquidos terão recebido nesta data estes valores. Porém, vão saber só nesta segunda-feira até quando o governo pretende quitar o salário de junho.

Fonte: Gaúcha/ZH

Compartilhe
  • 145
  •  
  •  
  •  
  •  
    145
    Shares
Curta nossa Fan Page

Seja o primeiro a comentar

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será divulgado.


*