Barcos e D’Alessandro são os piores finalizadores da Dupla no Brasileirão

Gremista é o 2º em conclusões erradas e o colorado, o 6º, entre todos os clubes da Série A

 barcos e dalessandroNas 10 primeiras rodadas do Brasileirão, o atacante Ricardo Goulart, do Cruzeiro, precisou de 19 finalizações para chegar aos seis gols e à artilharia da competição — um aproveitamento de 31,5%, ou seja, um tento a cada três chutes. Já o centroavante gremista Barcos precisou de 27 finalizações para fazer dois gols, aproveitamento de 7,4%. No Inter, o desempenho ruim de D’Alessandro também chama a atenção: foram 19 chutes para dois gols — 10,5% de aproveitamento.

Os dois ocupam, respectivamente, a 2ª e a 6ª colocação entre os jogadores que mais finalizaram errado neste Campeonato Brasileiro. O Pirata arrematou 21 vezes para fora e D’Ale, 13. Só Talisca, do Bahia, é pior em números absolutos. Dentro da Dupla Gre-Nal, eles são os que mais arriscam errado.

 

 

Veja a tabela com o aproveitamento dos principais artilheiro do Brasileirão e da Dupla Gre-Nal:

 

A comparação interna é até injusta. Wellington Paulista, o artilheiro colorado, tem três gols em 11 finalizações, algo em torno de 27% de aproveitamento. Aránguiz, com os mesmos dois gols do Cabezón, mandou quatro chutes para alcançar os 50% de aproveitamento.

No Grêmio, Rodriguinho divide a artilharia com dois gols em 18 tentativas: 11,11% de aproveitamento e menos jogos na campanha.

Futebol é um esporte de aproveitamento. Por isso, quando ouvir a justificativa sobre “volume de jogo” de uma equipe, desconfie.

Veja os 10 jogadores que mais erraram finalizações neste Brasileirão:

Anderson Talisca — Bahia: 28

Barcos — Grêmio: 21

Neto Baiano — Sport: 18

Alán Ruiz — Grêmio: 16

Éderson — Atlético-PR: 15

D’Alessandro — Inter: 13

Guerrero — Corinthians: 13

Walter — Fluminense: 13

Jean — Fluminense: 12

Conca — Fluminense: 12

Fonte: ZH Esportes

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *