Brigada Militar estoura boca de fumo e prende casal por tráfico de drogas

Uma tentativa de homicídio contra os policiais militares resultou na prisão do casal por tráfico de drogas.

Durante patrulhamento ostensivo,na noite de sábado (6), a guarnição da PATAMO recebeu a informação de que estava forte o tráfico em uma boca de fumo no bairro Progresso.

Os policiais foram até o endereço e verificaram que estava saindo um indivíduo e com ele foi localizado droga(crack e maconha). Na sequência, outro indivíduo que também estava saindo com  droga, foi abordado e com ele havia cocaína.

Diante disso, a guarnição solicitou apoio de mais viaturas e, no momento em que os policiais iriam entrar no pátio, o acusado de 23 anos já estava monitorando pelo sistema de videomonitoramento e tentou fechar a porta. Como percebeu que não iria conseguir, investiu contra os policiais com uma faca.

Foi necessário o disparo de arma de fogo que o atingiu na perna. O dono da casa foi socorrido e encaminhado à UPA com dois disparos na coxa. Ele passou por atendimento e seria encaminhado ao Presídio Estadual de Alegrete.

Na casa, havia a companheira e mais três indivíduos, todos foram identificados e levados à Delegacia de Polícia. Também foram apreendidos balança de precisão, drogas e celulares. Em contato com a autoridade policial, Delegado Regional  e responsável pela DPPA de Alegrete, Valeriano Neto, foi determinado flagrante para o casal por tráfico de drogas. Outros indivíduos houve registro por posse de entorpecentes.

Foram apreendidos:

  1. 97,44 gramas de maconha
  2. 48,59 gramas de crack
  3. 6,75 gramas de cocaína
  4. Três aparelhos celulares
  5. Quatro facas
  6. Uma balança digital de precisão
  7. Duas câmeras de segurança
  8. 2 .464,00 reais em dinheiro

A prisão é resultado de mais um excelente trabalho realizado pela Brigada Militar de Alegrete. Policiais que diuturnamente arriscam suas vidas em prol da comunidade.

Compartilhe
  • 716
  •  
  •  
  •  
  •  
    716
    Shares
Curta nossa Fan Page

Seja o primeiro a comentar

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será divulgado.


*