Brigada Militar flagra maus tratos em dois cavalos na Avenida Tiaraju

“Maus tratos em  dois cavalos, isto foi presenciado” -relata policial que atendeu a ocorrência

20160615_133140

Mais uma vez a cena se repete. Dois homens e duas crianças numa carroça puxada por dois cavalos, que estavam sendo forçados a andar em velocidade extrema, pelo proprietário que os conduzia.

Eles estavam na Avenida Tiaraju sentido Zona Leste/Centro. Mesmo desativado, os policiais da Comunitária Zona Leste, estavam perto do módulo que fica naquela região, e flagraram a forma violenta em que o indivíduo fazia com que os animais puxassem a carroça numa velocidade semelhante a dos carros que passavam.

20160615_133124

Na abordagem foi constatado que os animais estavam muito cansados e suados. Mesmo com a temperatura baixa o excesso de esforço fez com que eles tivessem o corpo encharcado não só embaixo da cela, atrelada à carroça, mas todo o animal. O proprietário, que já possui antecedentes criminais, foi autuado.

A veterinária Liana Pereira, esteve no local e disse que fez uma avaliação nos dois animais.

Segundo ela, um dos cavalos estava com ferragem inadequada.  ‘Como não temos onde deixá-los por falta de um local adequado e também verbas para mantê-los, diante do aumento nas denúncias, foi acordado que vamos fazer um trabalho de orientação” – fala Liana

Ainda de acordo com ela, esses dois cavalos não apresentavam riscos visíveis que pudesse colocar a vida em risco.

IMG-20160615-WA0011

“Conversei com o proprietário e expliquei todas as necessidades do equino. Também foram repassadas orientações sobre alimentação e hidratação”. – comenta

” Se o animal for bem alimentado, hidratado e tiver os cuidados com a saúde necessários, nada impede que façam o trabalho, mesmo em carroças” – explica Liana que faz parte da ONG OPAA.

O homem foi autuado e foi denunciado ao MP. Caso ele seja flagrado mais uma vez e for notificado por maus tratos, os cavalos serão encaminhados para fiéis depositários.

Depois de repassadas às informações, os dois homens e as crianças foram liberados.O dono dos cavalos disse que eles queriam passar a ponte Borges de Medeiros antes do bloqueio, este foi o motivo forçou os cavalos a galoparem, mesmo com a carroça.

 

 

Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *