Brigada Militar prende um dos acusados, localiza arma e carro usados no assassinato do Bairro Macedo


No início da madrugada desta quinta-feira(13), a Brigada Militar localizou, através de denúncias, o carro utilizado pelos criminosos que executaram Diaimes Alan Alves Trindade de 29 anos, no bairro Macedo. A apreensão foi pouco tempo depois do sétimo homicídio do ano em Alegrete.

O Monza estava no pátio de uma casa abandonada no bairro Vera Cruz, divisa com a Sepé Tiaraju, rua Equador. Além do carro havia uma arma calibre 12, que provavelmente tenha sido usada para matar Diaimes, além de um revólver calibre 38 e três tocas ninjas.

No endereço, a casa estava abandonada. O veículo, as armas e as tocas também estavam abandonados no local. As guarnições permaneceram nas buscas e localizaram o dono da casa. Ele estava na casa da mãe, no mesmo bairro. O homem foi preso e conduzido à DP para depoimento. Ele é um dos acusados na participação do crime.

A Polícia Civil foi acionada devido à Perícia no veículo. O setor de investigação iniciou o trabalho logo após o assassinato. Testemunhas foram ouvidas.

Diaimes Alan Alves Trindade foi executado na frente da casa onde morava com a mãe, no bairro Macedo.

Ele foi morto com disparo de arma calibre 12. O tiro atingiu a cabeça e ele morreu no local. O assassinato foi por volta das 19h30min., de quarta-feira(12).

Com ficha extensa, vulgo Teco havia retornado a pouco para Alegrete.  Ele estava morando em Tapejara. A Perícia de Santana do Livramento chegou por volta das 23h20min.

Delegado Valeriano compareceu no local do crime, permaneceu até a chegada da Perícia e coordenou a investigação. O trabalho junto ao setor de investigação atravessou a madrugada. Ele disse que parte da autoria já foi elucidada com a prisão de um dos indivíduos. O carro e as armas foram apreendidos.

Compartilhar

Curta nossa Fan Page

Seja o primeiro a comentar

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será divulgado.


*