Bruno Souza, o músico alegretense que depois de grave acidente, está nos palcos

O alegretense e músico, Bruno Souza, sofreu um gravíssimo acidente no dia 
2 de dezembro de 2015.

Bruno, à época, era vocalista da Banda Toque Nacional e havia tocado num baile no período da tarde, e à noite de folga, saiu para fazer um lanche com os amigos na praia de Imbé, onde estava residindo. No retorno para casa dormiu no volante e invadiu um canteiro, capotou e acabou batendo o carro de lado num poste de concreto. O músico ficou preso às ferragens e gravemente ferido. Com o impacto, o veículo ficou totalmente destruído.

Com múltiplas fraturas nas costelas, a coluna com lesões e um “rasgão” na medula óssea, ele perdeu os movimentos das costelas pra baixo.

No hospital Cristo Redentor foi operado e recebeu 14 pinos na coluna. Ficou 22 dias internados e deu alta na véspera do Natal. Recebeu cuidados médicos na casa de uma tia a poucos metros do hospital.

Com o tempo, ele retornou para Alegrete e a superação tem sido surpreende na sua vida. Bruno voltou a cantar e hoje, encanta nos palcos por toda região, além realizar muitas ações beneficentes.

No mês de maio, um relato em sua página falando do acidente e o pós que vai completar quatro anos, foi uma lição para muitas pessoas. Com mais de mil curtidas e 273 comentários, Bruno disse que ficou emocionado com o carinho das pessoas e que isso é o que realmente importa, o amor, empatia e a amizade. No texto, a descrição de algumas passagens, desde o acidente, a relação com algumas pessoas, o aprendizado, o amadurecimento, as frustrações, os verdadeiros amigos, a família e a certeza do bem maior, a Vida!

Veja abaixo a postagem

Quase 4 anos já se passaram e eu continuo Cadeirante. Muitas pessoas me perguntaram “O que os médicos dizem?” “Tem Volta?”.Antes eu também me preocupava com isso, queria o mais rápido possível fazer tudo que eu fazia, jogar futebol, correr, dançar no palco entre outras atividades. Mas o tempo vai passando e nada de evoluções motoras. Muitas coisas perdi na minha vida e as vezes ainda perco, porém aprendi a lidar com essas frustrações. Amigos que hoje não tenho mais a mesma amizade de antes, que me procuravam pra festa, pra beber, pro agito.Muitos desses sumiram depois do meu acidente.

Eu tenho 5 dedos na mão esquerda e em cada um deles eu tenho os fiéis que não me deixaram e que continuam comigo do meu lado, isso é amigo de verdade.Em compensação, muitos amigos novos vieram ao meu encontro, amigos que não quero perder jamais, já me conheceram assim. E quer saber? Não me fazem falta aqueles que se foram.

Minha carreira musical continua, eu devo muito à música. Tudo que sou hoje, e o que a música representa na minha vida é algo mágico. A música foi a terapia pra eu pudesse enxergar o mundo, de querer sair do quarto, de querer conhecer novas amizades e lugares. Hoje, não consigo mais fazer as coreografias, descer do palco e brincar com o público, interagir como eu fazia não é possível mais, porém, a minha voz é um bem preciso pra minha vida.

Por um bom tempo achei que eu não ia cantar mais, minha voz estava horrível eu cantava e chorava de medo das pessoas não me aceitarem. A minha voz realmente mudou e, confesso que gosto mais dela(voz) nos dias de hoje do que antes. Eu Perdi muita coisa realmente mas ganhei várias outras das quais eu muito me orgulho. Ganhei a chance de viver de novo, de continuar a minha carreira artística, ganhei amigos novos, ganhei a segunda chance de ver meus dois meninos crescer.O que mais eu quero da vida?

Claro que quero sim voltar a andar.Quem sabe um dia na hora certa Deus me abençoa! O que eu aprendi com tudo isso? É que não podemos nos desesperar.Temos que dar tempo ao tempo.

O momento é esse, se pular essa parte e me desespera as coisas vão dar erradas.Eu não me entreguei ainda,e nem vou desistir do meu maior sonho que é voltar a andar.Só estou sendo paciente.As dificuldades vem sempre a cada dia,mas eu sabia que não ia ser fácil.Tem dias que não estou legal,que me da tédio,mas passa rapidinho.Eu escolhi viver…poderia nem estar mais aqui escrevendo esse texto de desabafo, olha o quanto Deus foi e é generoso comigo. Tem muita gente que chora e reclama de barriga cheia. Caminham, correm, podem fazer o que muitas pessoas na minha situação não conseguem. Mesmo assim, reclamam da vida, mesmo assim, estão sempre impacientes, alguns até querendo tirar a vida. Gente pelo amor de Deus…vão viver a vida!!! Tem gente muito pior por ai.

Eu estou muito bem obrigado,vivendo a minha vida, de um jeito diferente é claro mas estou. Hoje vejo as fotos minhas do passado e me amo muito mais hoje do que antes. Hoje penso mais, relevo mais, converso mas, apesar de não ficar em pé, sou mais “pezinho” no chão, porém, teve que acontecer tudo isso comigo pra eu ver que algumas coisas não estavam certas. Sou um novo Homem com certeza, Deus age na pessoa por inteiro eu sou prova disso, me salvou, me curou e me mudou. Não me curou por inteiro ainda, mas vai curar tenho a plena certeza disso, todos verão a obra que Deus está fazendo na minha vida!
Se eu vou andar como muitos me perguntam ?? O tempo de Deus me diz que sim, e eu creio no Deus todo poderoso. Eu não tenho pressa nenhuma, vamos levando como o pai véio permitir, tempo ao tempo e a Vitória é certa!- concluiu.

Flaviane Antolini Favero

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *