‘Bruxo’ envolvido em ritual que de sacrifício de crianças é de Rosário do Sul


Ele é um dos suspeitos que estão presos preventivamente

Foto: Polícia Civil (Divulgação)/ Rituais eram feitos em uma casa, no interior de Gravataí

Um dos envolvidos no ritual que envolveu o sacrifício de duas crianças em Novo Hamburgo, na Região Metropolitana, é de Rosário do Sul, conforme reportagem publicada pela Gaúcha ZH nesta terça-feira. Sílvio Fernandes Rodrigues, 44 anos, é apontado pela Polícia Civil como quem teria comandado o ritual. Seguindo as investigações, ele vivia na zona rural de Gravataí, em uma casa que abrigaria cultos.

 

Ainda de acordo com a reportagem, ele teria se mudado para Porto Alegre quando adolescente, com a mãe e uma irmã. Depois, casou-se e foi morar em Pelotas. Foi com a segunda mulher que o “mestre Sílvio”, como é conhecido, teria aprendido a fazer trabalhos espirituais.

A reportagem conta que ele era especialista em rituais para o amor e prosperidade no trabalho. Rodrigues chegou a divulgar o trabalho em um site chamado Templo de Lúcifer – Alta Magia, que hoje está fora do ar. Ele foi preso preventivamente no dia 27 de dezembro de 2017. Além dele, outras três pessoas estão presas e outras três são consideradas foragidas.

A investigação começou no dia 4 de setembro do ano passado, depois dos corpos de duas crianças – possivelmente argentinas – serem encontrados em um matagal em Novo Hamburgo. O bruxo teria recebido R$ 25 mil de uma dupla de sócios para fazer o ritual.

Fonte: Diário de Santa Maria

Compartilhar

Curta nossa Fan Page

Seja o primeiro a comentar

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será divulgado.


*