Câmara de Vereadores reconhece ato de bravura do soldado Bica ao salvar uma vida no Ibirapuitã

Uma noite especial de muito orgulho aos colegas, amigos e familiares. Assim foi a sessão de Mérito Legislativo em homenagem ao policial militar Diogo Oliveira Bica. A distinção foi proposta pelo Presidente da Câmara de Vereadores, Luciano Belmonte – PP e do vereador Rudi Pinto – PDT, em reconhecimento à bravura ao salvar a vida de uma mulher que por estar muito fragilizada devido à depressão, atirou-se da ponte Borges de Medeiros em outubro deste ano.

Um pouco do histórico do homenageado.

Soldado Bica tem 37 anos e é filho de José Carlos Jaques Bica(in memoriun) e Carmem Serafina Jardim de Oliveira. Está lotado no 2º Esquadrão do 2º RPMOn  de Alegrete. Ele tem curso superior completo e é casado com Iesarela Quadros Roslli Palhano, pai da Maria Eduarda Palhano Jardim e do Martin Palhano Bica.

(Bica, Iesa e os filhos)

O policial Militar já trabalhou no Policiamento Ostensivo, no Núcleo de Inteligência da Brigada Militar e atualmente compõe o Grupo de Operações Especiais (GOE). Ingressou na Brigada há 12 anos.
Casos mais recentes além de 2015,  que também realizou salvamento de um menino nas águas do Rio Ibirapuitã, foi a participação na captura dos 8 foragidos do Presídio Estadual de Alegrete. Também participou da prisão de um dos envolvidos do latrocínio do engenheiro Ademir Guedes em 2017. Outro fato relevante foi a participação como negociador em uma ocorrência de cárcere privado (01/10/2014) Outra ocorrência foi uma Maria da Penha em que negociou com a parte autora que após agredir a companheira, tentou atear fogo em si mesmo. Bica e demais colegas conseguiram convencer o homem a desistir e se entregar. Ele foi preso e conduzido à Delegacia. Nestes anos de atuação o soldado participou de inúmeras revistas e rebeliões no Presídio Estadual de Alegrete. Situações que sempre geram tensões e muito risco devido à iminência de fugas e conflitos
Atualmente, como Integrante do GOE realizou inúmeras prisões pelo crime de tráfico de drogas, isto resultou que o Esquadrão de Alegrete ficou em segundo lugar em toda região e se destacou pelas apreensões de entorpecentes.

Quanto à homenagem ele citou:
Fico muito feliz pela homenagem, tenho comigo um sentimento de dever cumprido, paz interior. Aproveitando a oportunidade, agradeço a Deus que guiou nossas guarnições até a ponte Borges de Medeiros e mesmo eu tendo entrado sozinho nas águas do Rio Ibirapuitã não me sentia só, pois conheço a grande capacidade profissional dos meus colegas. Também fizeram parte da ação o Tenente Gerson, soldados Palhano, André, Bianchini, Guerra, Matheus e Campanha, sabia que eles estavam providenciando o auxílio necessário para o desfecho positivo deste salvamento. Fica aqui meu agradecimento à equipe dos Bombeiros e Samu pelo apoio prestado no dia. Meu agradecimento à equipe da Santa Casa pela competência demonstrada e em especial a Dra Anabel Zago que durante todo tempo, que fiquei no hospital, estava com minha família. Agradeço a este veículo de comunicação(PAT) que está sempre ao lado da Brigada Militar, tenho muito orgulho de através desta homenagem concedida à minha pessoa através do poder Legislativo, conseguir elevar cada vez mais o nome de nossa Gloriosa Brigada Militar.

Meu orgulho maior é compartilhar diuturnamente meu local de trabalho com profissionais tão capazes e dedicados. Competência, comprometimento e empenho são talvez as palavras para descreverem o efetivo do 2° Esquadrão de Polícia Montada de Alegrete. A todos vocês meu muito obrigado por mais esse ano juntos, que Deus em sua infinita bondade guie seus passos e ilumine seus caminhos.

A homenagem foi no Plenário Gaspar Cardoso Paines. O Presidente da Câmara de Vereadores, Luciano Belmonte, destacou que o soldado não pensou duas vezes quando avistou a mulher e entrou no rio sem nenhum equipamento ou apoio, simplesmente arriscou a própria vida para salvar outra, demonstrando seu compromisso, bravura, dignidade e empenho em servir e proteger.


Os vereadores Luciano Belmonte e Rudi Pinto acreditam que em tempos em que há uma crescente onda de notícias ruins, uma ação como esta traz de volta a esperança no caráter e bondade das pessoas, além de incentivar a todos a praticar o bem e estender a mão ao próximo.

Comandante Capitão Jean Quatrin afirmou que o trabalho dos policiais em Alegrete é elogiável. Também falou da admiração pessoal e profissional ao Soldado Bica. Além de citar que está buscando uma promoção pelo ato de bravura.

A Prefeita Cleni Paz enviou uma mensagem. Ela ponderou que não estava presente devido a problemas de saúde, mas salientou a satisfação no reconhecimento pela destacada atuação do soldado junto aos demais policiais militares.

(Diogo e a mãe)

(Gustavo – irmão e policial militar)

(Bruno – irmão caçula)

Durante a distinção foi exibido um vídeo com um pouco da trajetória do Soldado Bica. Nele, mensagens da esposa, filhos, mãe, irmãos e colegas de profissão, foi um momento único de emoção. O corajoso policial militar se emocionou muito.

O vereador Celeni, comentou que Deus está sempre protegendo a todos e que desde uma oração realizada na ponte, não houve mais óbitos.”Sempre Deus coloca um anjo para salvar e o Bica foi um desses salvadores”.

O Secretário Luciano Pereira enalteceu o trabalho da Brigada Militar e falou da parceria entre Guarda Municipal e a Instituição. “Cada vez que realizamos uma Operação Balada Segura e flagramos um motorista alcoolizado, também é uma vida salva. A Brigada Militar é uma grande parceira”- destacou.

A sessão no dia 5 de dezembro foi prestigiada pelos seguintes parlamentares: Luciano Belmonte, presidente da Casa, Rudi Pinto, Nívia Souza, Leoni Caldeira, Vanda Dorneles e Celeni Viana. Representou o Executivo o Secretário de Segurança e Mobilidade Urbana, Luciano Belmonte. Marcaram presença os colegas policiais militares, representante da Polícia Civil, familiares e amigos.

(esposa e mãe do soldado)

No link abaixo a matéria do salvamento.

Destemido, PM salva mulher que se afogava no Rio Ibirapuitã

 

Flaviane Favero

Compartilhar

Seja o primeiro a comentar

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será divulgado.


*