Câmara vota dividida, mas aprova repasse de 10 mil reais ao Rodeio do CTG Oswaldo Aranha

Depois de nove dias do encerramento da 31ª edição do tradicional Rodeio do CTG Oswaldo Aranha, a Câmara aprovou o repasse de 10 mil reais ao evento.

A votação do projeto que aprovou os valores ao Rodeio Crioulo do CTG Osvaldo Aranha, foi realizada na sessão ordinária de segunda-feira (11). Após uma acirrada votação e discursos a favor e contra, o projeto foi aprovado com “voto minerva” do Presidente do Legislativo, Cléo Severo Trindade, após um empate em 7 a 7. Os vereadores Anilton Oliveira, Maria do Horto, Antônio Carlos Monteiro, Firminia Fuca, Moisés Fontoura, Nívia Fernandes e Celeni Viana deram o parecer contrário ao projeto.

O vereador Anilton Oliveira da bancada do PT, explicou as razões que o levaram a ser contra o repasse da verba. Conforme Oliveira, não há outra alternativa senão ser contra. Ele discorda de repasse à uma entidade privada que promove um evento superavitário, que garante as atividades do CTG durante o ano inteiro.

Anilton destacou, ainda, que quando o Executivo fecha Escolas Rurais, alegando “economizar” 74 mil reais em um ano, não poderia ser favorável ao repasse de verba para o evento.

Já Paulo Antônio Bérquo/PT, ativista cultural, votou favorável ao repasse. Acredita que mesmo o município passando por uma situação financeira delicada, não pode abdicar repasses aos eventos culturais. Bérquo sustentou que o rodeio sempre recebeu repasse e está inserido no calendário de eventos de Alegrete. Militante na área de cultura, o vereador foi incisivo quanto ao aporte financeiro na cultura local.

O IGAM assegurou que não existe ilegalidade em repassar o recurso após a realização de um evento. O Presidente Cléo Severo Trindade Severo, reiterou que o projeto já tramitava antes da realização na Casa e em virtude de feriados e ajustes burocráticos, só foi possível ir a votação na última sessão.

Trindade destacou que como defensor da cultura e da tradição, que gera recurso e renda para Alegrete, jamais poderia ser contra o repasse ao evento. Foi categórico nas palavras em justificar seu voto que acabou consolidando o repasse ao tradicional rodeio crioulo do Durasnal.

Júlio Cesar Santos

Compartilhe
  • 831
  •  
  •  
  •  
  •  
    831
    Shares

Seja o primeiro a comentar

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será divulgado.


*