Castelhaninho, com longa ficha criminal, é preso pela Brigada Militar

Ele estava com mandado de prisão por tentativa de homicídio contra a irmã.

IMG-20160703-WA0009-1

A Brigada Militar prendeu o indivíduo vulgo Castelhaninho de  36 anos na madrugada de domingo (03). A prisão foi em decorrência de um mandado expedido pela Justiça contra o acusado por tentativa de homicídio contra a irmã no bairro José de Abreu, em abril deste ano. Ele tem uma extensa ficha criminal, por roubo, furto, porte ilegal de arma de fogo, ameça e tentativa de homicídio. Castelhaninho estava no bairro Piola. Denúncias ao 190 relataram que ele estaria em via pública armado. Tinha uma festa na associação do bairro. Na revista pessoal não foi localizada arma com o acusado.

Levado à DP, foi conduzido ao Presídio local.

Relembre o caso:

A dona de casa de 28 anos estava em sua residência no bairro José de Abreu, na companhia de familiares, o acusado chegou no local armado com facão.
Assim que chegou no local, entregou o facão para o cunhado, mas durante a briga o acusado pegou bruscamente das mãos do homem e acabou atingindo o rosto do sobrinho que estava perto. A tia saiu em defesa da criança e pediu para que ele tivesse mais cuidado. Furioso com a atitude da irmã, desferiu vários “pranchaços” e golpes, que a atingiram na cabeça e braços. Um deles resultou em corte profundo no braço direito da irmã. Ela foi encaminhada à Santa Casa por uma vizinha, onde passou por cirurgia e ficou na UTI em estado grave. O golpe atingiu tendões e veias.
A discussão teria sido motivada por uma colher de chá, em que o agressor alegava ser de ouro e teria sumido.

 

Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Curta nossa Fan Page

2 Comentários

    • olha leandro a colher de pau pode ser pra ti, porque antes de ele ser o “castelhaninho” ele é um ser humano e pai da minha filha entao se nao conhece a historia toda nao julgue porque tu nao esta livre de ser noticia algum dia e eacreverem oq quiserem a teu respeito.

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será divulgado.


*