Centro de Equoterapia precisa de ajuda para manter-se em atividade

Após o Centro de Equoterapia de Alegrete -CEAL ganhar um espaço em sala do antigo DAER, onde funcionou a UERGS, a entidade agora precisa da ajuda da comunidade.

Na última quinta-feira (14), a CEAL sem fins lucrativos fez um pedágio em frente a Unipampa, para angariar recursos financeiros que possibilitem manter os serviços.
Segundo a presidente Mariza Baldissera Pereira, o CEAL não está conseguindo se manter com as contribuições dos sócios.

Por este motivo, a saída inicial foi a realização de um pedágio. Conforme a diretora, a manutenção com encilhas, ração e medicação para os cavalos exige um custo financeiro.

O CEAL tem um profissional e mais a nova sede, e precisa de verbas para se manter conforme exige as normas da Associação. Brasileira de Equoterapia.

Com apoio do 6º RCB, num espaço na unidade militar, a instituição
realiza um grandioso trabalho social de atendimento a pessoas portadoras de alguma deficiência, que fazem equoterapia.

Esse trabalho prático e contínuo na unidade militar, conta com ajuda da Unimed e da Caal Veterinária, além da Prefeitura que sede um o transporte e três profissionais.

Porém, a entidade precisa de mais ajuda para seguir oferecendo um serviço essencial no município. “Por isto, estamos sempre contando com ajuda de voluntários, pais e amigos. Somos sempre gratos pela contribuição. Caso contrário, não poderíamos sobreviver”, alega a diretora.

No dia 14 abril, o CEAL realiza um risoto beneficente para arrecadar recursos e ajudar a manter o serviço, no Piquete Os Rodoviários.
A entidade não recebe ajuda financeira para as despesas, de nenhum órgão diz Mariza.

“Eu como mãe de uma paciente acompanho todas as sessões de equoterapia,vejo o progresso que é para cada praticante. Temos vários exemplos de evolução da terapia no
cavalo. Minha filha é participante e faço este trabalho para outros que nos procuram e querem uma melhor qualidade de vida”, argumenta a presidente.

Quem quiser colaborar com o CEAL, pode entrar em contato pelo telefone 55- 999174762, ou depositando na conta Banco do Brasil 40-302-4 Agência 104-9.

Júlio Cesar Santos Fotos: Divulgação

Compartilhe
  • 117
  •  
  •  
  •  
  •  
    117
    Shares

Seja o primeiro a comentar

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será divulgado.


*