Claristina, 103 anos de energia para cuidar da casa e da filha

A jovialidade dos 103 anos de Claristina Marques de Oliveira, impressiona. A idosa recebeu a reportagem e explanou um pouco da sua história de vida. A aparência parece frágil, mas ela é gigante diante de tudo que faz e o quanto é determinada. Ela nasceu no ano de 1914, no interior, Caverá.

Dona Claristina como é conhecida, revelou que adora dormir, acorda sempre por volta das 11h. Prepara o chimarrão que tem que ser bem amargo, depois o café e inicia o almoço. “Eu  não gosto de comer muito, mas faço isso várias vezes ao dia, com destaque para as frutas. ” – citou.

No início da entrevista, ela estava um pouco tímida, mas logo depois passou a narrar que uma de suas paixões sempre foi a dança, gostava muito de participar de bailes. O vestido era “passado” a ferro com brasa e a saia muito bem engomada. Particularidades de um período maravilhoso, onde os eventos eram feitos para diversão, não existia a violência de hoje, comenta a centenária.

A idosa tem uma vida muito ativa. “Gosto muito de trabalhar, não faço mais, porque meu neto não deixa. Mas se eu pudesse passava caminhando e trabalhando, acho que isso enobrece qualquer pessoa. Muitas vezes me deparei com pedestres apavorados olhando quando estou pela frente varrendo ou limpando alguma coisa, mas isso me faz muito bem” – sentenciou.

A centenária reside com a filha,  Erocilda Oliveira Pereira de 73 anos, e um neto Eduardo Oliveira. Muito protetora, ela é quem auxilia Erocilda que é deficiente visual. Quando o neto não está em casa, dona Claristina assume a responsabilidade de tudo e isso é uma determinação feita por ela.  O problema visual da filha aconteceu há 30 anos. Depois de uma forte dor de cabeça, Erocilda foi dormir e quando acordou já estava com a visão comprometida. Foram feitos vários exames e passou por inúmeros médicos, mas nunca houve o diagnóstico para o problema.

Dentre as particularidades narradas por ela, também falou do quanto gosta de rádio, música sertaneja é a favorita. Assim como o “Boa Noite” para o Willian Bonner no final do Jornal Nacional. Todas as noites esta cena se repete, falou Eduardo.

De imediata dona Claristina reage e pondera que no tempo que educou os filhos, sete no total, bastava um olhar, todos sabiam que teriam que sentar ou organizar algo. Ela sempre trabalhou no interior ao lado do esposo que faleceu há mais de 35 anos.

Questionada do que sente mais saudade, sem titubear a centenária responde que é sua mãe. “Sinto saudade da minha mãe, lembro dela todos os dias, das nossas conversas, do carinho e de tomar chimarrão.”- se emocionou.

Também revela que deve existir mais respeito entre as pessoas, ela percebe que na atualidade existe muito mais confrontos que compaixão. Uma das passagens difíceis nos últimos tempos foi a enchente de 2015. Moradora da Avenida Alexandre Lisboa, por diversas vezes perdeu móveis dentre outros objetos por motivo de enchentes, porém há quase três anos, numa que foi uma das maiores enchentes, a centenária e a família perderam tudo, inclusive a casa. Eles tiveram que alugar umas peças onde atualmente residem e sonham com a casa própria novamente. “Estou tentando ver a possibilidade de fazer um empréstimo para conseguir erguer as paredes, já mudamos pra cá pelo valor do aluguel ser menor, mas não é fácil”- enfatizou.

O neto que trabalha com caixas de som tem o auxílio da avó, quando está montando ela fica por perto para ajudar e faz questão de acompanhar. Durante as noites que Eduardo sai para trabalhar, a centenária não dorme enquanto ele não chega.

Conhecida em toda a região nas proximidades do Parque Rui Ramos, dona Claristina é mais um exemplo de caráter, e de que a idade está apenas nos documentos. Sua beleza transcende a alma que transborda leveza, amor e compaixão. Uma fortaleza que não deixa de mostrar o quanto ama a vida e as pessoas que a cercam, assim como filhos, netos, bisnetos e tataranetos. A sua fórmula para a longevidade é sempre estar de bem com a vida e trabalhar.

Flaviane Favero

Compartilhe
  • 1.1K
  •  
  •  
  •  
  •  
    1.1K
    Shares
Curta nossa Fan Page

Seja o primeiro a comentar

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será divulgado.


*