Comissão de direitos humanos da Assembleia lança relatório azul em Alegrete

Por iniciativa do vereador Moisés Fontoura, a Câmara recebeu dia 10 a Comissão de Direitos Humanos da Assembleia. Ariane Leitão veio fazer o lançamento do relatório azul de 2017 com as principais violações de direitos no RS.

O livro foi elaborado por 29 pessoas, todas com alguma experiência nesta área, especialistas ou militantes.

Ariane Leitão coloca que entre as maiores violações de direitos humanos, no relatório azul, estão a violência contra mulheres, do próprio estado no caso contra presidiários, violência policial, contra a criança- como a retirada de guarda e reversão ao pai, mesmo tendo abuso sexual.

O vereador Moisés Fontoura disse que a trouxe a Alegrete justamente para aprimorar conhecimentos sobre a questão. –  Já realizamos a Semanaca e temos que aprimorar o atendimento a todos os casos de violação de direitos. Ele lembrou da conquista da colega vereadora Fuca com sala lilás, dentro de DP de Alegrete, para atender mulheres vítimas de violência.

A Secretária de Promoção e Assistência Social, Iara Caferatti observou que aqui em Alegrete a rede como CRAS e Creas funcionam e realizam um bom trabalho nessa assistência e encaminhamento a vítimas de violência que procuram os serviços.

Além do relatório azul, a representante da comissão de Direito Humanos da Assembleia trouxe um material informativo sobre o que é violência contra mulher, sobre a rede de atendimento nos municípios e como buscar justiça contra o agressor.

E disse que em 2013 o Estado destinou 5 milhões a políticas públicas neste área. – Hoje não existe quase nada e apenas 180 mil reais a todo o RS.

Vera Soares Pedroso

Compartilhar

Seja o primeiro a comentar

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será divulgado.


*