Creche Menino Jesus é interditada por denúncias de insetos e sujeira

A denúncia de que havia insetos, sujeira e mofo na Creche Menino Jesus, no centro de Alegrete, levou a Vigilância Sanitária do Município ao local que constatou o fato e está realizando um laudo.

A Secretária de Educação, Márcia Dorneles, diz que o Município cumpre rigorosamente o convênio com repasse de valores para pagar servidores e estagiários e ainda distribui merenda escolar a esta Creche e ao Lar Santa Terezinha.  -No caso da Menino Jesus eles não cumprem o básico da higiene”, pondera a secretária.

O local vai passar por uma interdição cautelar até que a direção realize as exigências da Vigilância Sanitária.  A Secretária de Educação se reuniu com os pais, neste dia 9, para ver a localização de onde são os 54 alunos dos níveis  A e B e encaminhá-los para outro local.

Márcia informa que mandou retirar a merenda, mantendo itens até esta quinta-feira, para evitar risco de contaminação devido à sujeira.

Luciano Leães, gestor das parcerias das duas entidades, informa que na reunião de hoje à tarde com a Secretária Márcia Dorneles foi definido que a entidade vai iniciar o trabalho de limpeza e outros itens apontados pela Vigilância. – A ideia é que até a próxima semana o problema seja resolvido. A  Secretaria vai buscar locais próximos para acomodar as turmas até que a Creche Menino Jesus volte às atividades.

 Vera Soares Pedroso

Compartilhar

Seja o primeiro a comentar

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será divulgado.


*