Eleitores de Alegrete veem dificuldades na escolha de candidatos nesta eleição

Em pouco menos de 70 dias haverá eleições gerais no Brasil, para escolha de Presidente, governadores, deputados e senadores, o PAT questionou vários segmentos para saber das escolhas e dificuldades das pessoas. Ainda existe muita indefinição e descrença nos candidatos. Foram quatro anos de muita corrupção, lava jato, queda no crescimento da economia, desemprego e o povo a acompanhar tudo isso. Mas há os que ao menos tem um rumo para o pleito de outubro de 2018.

O bancário aposentado, Antônio Escarrone Pesce diz que vai votar em candidatos novos e que não sejam de partidos como: PT, MDB PSDB e antiga Arena.

A advogada, dona de um cartório de registro, Eliane Blaskezi, ainda não tem candidato para nenhum cargo e afirma que não repetiria seu voto para deputado.- Estou desacreditada em todos, infelizmente.

A contabilista, Maria Bernardes é outra que ainda não se decidiu por nenhum candidato e aguarda definições e os debates, principalmente a presidente, o mais importante cargo, considera.

Já o funcionário municipal aposentado, Jorge Ubirajara P. Anhaia, só definiu o candidato a presidente e diz que vai do que para ele é o que vai moralizar o país que acredita que está de cabeça para baixo.

O mestre em agronomia, Ícaro Pedroso de Oliveira, que pesquisa sobre política e economia afirma, com convicção, já ter seu candidato escolhido para a presidência do País. Ele quer o novo que reflete, ao seu ver, o que o Brasil precisa para retomar o crescimento: redução da máquina pública, diminuição de privilégios para políticos e servidores públicos, maior liberdade para empreender e gerar emprego. – O Brasil está no fundo do poço e o que vemos hoje é um país injusto, violento e de elites sustentadas, por uma pesada carga de impostos, raiz da corrupção”.

O Doutor em Ciências Sociais e Sociologia Rural, alegretense Arilde Alves, diz que vai ter que fazer o voto útil: “contra um doido e outro o macaco velho que se juntou com a corja de Cunha. Considera que ainda está analisando o cenário político.

Compartilhar

Seja o primeiro a comentar

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será divulgado.


*