Engenharia Mecânica da Unipampa é a segunda melhor do Brasil

Com apenas oito anos, como Universidade, a Unipampa de Alegrete  se destaca em qualidade de ensino e pesquisa. Neste contexto, o curso de Engenharia Mecânica da Universidade Federal do Pampa é o segundo melhor do Brasil e primeiro da região Sul, conforme a avaliação do Conceito Preliminar de Curso (CPC) divulgado em dezembro de 2015 pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Anísio Teixeira (INEP). Com conceito contínuo 4,097 e conceito na faixa 5, o bacharelado oferecido no Campus Alegrete só ficou atrás do reconhecido Instituto Militar de Engenharia (IME).

O resultado foi comemorado nas redes sociais por egressos, alunos e servidores da Unipampa, e especialmente pelo coordenador, professor Tonilson de Souza Rosendo. A conquista é ainda mais significativa pela história recente da instituição, criada por lei em 2008, e pelo esforço despendido por alunos e professores no ensino e na pesquisa. Ele comenta que quando se estava criando a proposta curricular do curso, há alguns anos, os docentes espelharam-se nas experiências de instituições mais tradicionais. “Buscamos nelas o que havia de melhor em cada proposta e adaptamos para a nossa realidade”, explica Rosendo. O coordenador também destaca como essenciais a colaboração de alunos, professores, servidores técnico-administrativos e funcionários terceirizados para a obtenção do conceito na avaliação.

eng_mecanica

O reitor da Unipampa, professor Marco Antônio Fontoura Hansen, destaca que a equipe da Reitoria recebeu a notícia com muito orgulho. O gestor também aponta o trabalho realizado na Engenharia Mecânica como exemplar para que outros cursos avancem rumo à excelência.

O perfil do curso

O engenheiro mecânico formado pela Unipampa adquire um perfil e uma base de conhecimentos generalista. A ideia é preparar um profissional capacitado para atuação em qualquer setor. Com a base generalista, fica mais fácil também buscar saberes em especialidades como as requeridas pelos setores automotivo, aeronáutico e petroquímico, por exemplo, além do aperfeiçoamento acadêmico via pós-graduação.

eng_mecanica_2

A equipe de docentes soma 14 pesquisadores, incluindo um novo professor recém-contratado. Nesse time, há dez doutores e quatro mestres.  Além do contato com essa equipe, os alunos podem contar com uma infraestrutura laboratorial ainda com margem de expansão, que permite a realização de diversas atividades práticas relacionadas aos componentes curriculares do curso. Isso agrega muito à formação dos alunos, fazendo um importante link entre os fundamentos científicos e a prática de engenharia.

CPC e IGC

O Conceito Preliminar de Curso (CPC) é atribuído aos cursos que realizaram, em 2014, o Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade). O CPC é um indicador de qualidade que avalia os cursos superiores. Para o cálculo, avalia-se o desempenho dos estudantes, corpo docente, infraestrutura, recursos didático-pedagógicos e demais insumos, conforme orientação técnica aprovada pela Comissão Nacional de Avaliação da Educação Superior.

No CPC 2014, outro curso obteve conceito 5: o de licenciatura em Ciências Biológicas, em funcionamento no Campus São Gabriel. Outros 13 cursos da Unipampa obtiveram nota 4, a segunda melhor nota na escala do CPC, e três obtiveram notas 3. Três não receberam conceito por não terem recebido reconhecimento do MEC até a data de fechamento do CPC, indicando que não foram avaliados. Confira o infográfico com os resultados.

Tamires Centeno – Unipampa

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *