Estacionamento rotativo vira caso de Polícia

O primeiro boletim de ocorrência envolvendo o Estacionamento Rotativo de Alegrete foi registrado às 16h02min desta quarta-feira (3), na 1ª DPPA. Um professor de Educação Física de 48 anos, compareceu na delegacia para registrar o ocorrido. Segundo ele, na tarde desta quarta-feira por volta das 14h38min, foi surpreendido com um ticket no para-brisa do seu veículo. O ticket de um aviso de irregularidade, deixou o professor indignado. No relato policial,  disse que um agente que atendia a Praça Getúlio Vargas e a Rua Coronel Cabrita, alegou que o motorista não portava o ticket. Em depoimento o usuário do sistema rotativo destacou que chegou no local e estacionou. Procurou por um monitor para efetuar o pagamento e não encontrou ninguém. Deixou o carro estacionado no Box 276 e foi fazer seus serviços. Ao retornar às 14h38min, se deparou com uma multa. Chamou o funcionário da BR Parking para pagar e o mesmo respondeu que ele seria multado em R$ 5. O condutor do veículo se negou a pagar o valor. Diante do impasse o agente alegou que ele teria que ter procurado alguém antes para efetuar o pagamento. Essa situação foi relacionada numa reportagem postada pelo Portal Alegrete Tudo, como uma das duvidas e dificuldades mais frequentes enfrentadas pelos motoristas.

 tickt
Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Curta nossa Fan Page

Seja o primeiro a comentar

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será divulgado.


*