Estado de saúde de Valentim continua grave, mas família mantém esperança

Na tarde de ontem(16), Patrícia Dias, avó paterna do guerreiro falou com a reportagem. Ela disse que para Deus nada é impossível e pede mais do que nunca orações e energias positivas ao pequeno Valentim de Moura Dias, que está com três meses. Internado na UTI pediátrica, em Porto Alegre,  desde o último domingo(14), Patrícia comentou que a avaliação dos médicos  é de um quadro muito grave.

Diagnosticado com meningite bacteriana, depois de mais exames, foi constatado que o dano cerebral foi considerável. Com muita fé, Patrícia pede que os alegretenses e todos que se mobilizaram em prol do pequeno que continuem na corrente de orações. Ela comentou que jamais as palavras serão capazes de descrever toda gratidão que a família tem por cada palavra de carinho, conforto e ajuda que realmente mobilizou Alegrete e outras cidades.

Relembre:

Valentim de Moura Dias é filho Marionice Carvalho de Moura e Jalison Oliveira Dias. Conforme a avó, Patrícia Dias, ele é um guerreiro pois nasceu lutando pela vida, é prematuro de sete meses. Valentim teve que ficar mais de um mês na UTI Neonatal de Alegrete, mas ele venceu e foi para casa.

Tudo estava indo bem até que mais uma provação aconteceu. Ao completar três meses e 10 dias, o guerreiro foi diagnosticado com meningite bacteriana. Valentim retornou à UTI Neonatal, mas segundo a família, precisava com urgência ser transferido para um centro maior, UTI pediátrica de Porto Alegre. O estado de saúde dele é grave.

O leito foi através de todo esforço que, inicialmente, começou com Secretaria de Saúde do Município;
Equipe UTI Neo Santa Casa de Alegrete; Presidente do COSEMS RS, Diego Espindola; 10ª Coordenadoria de Saúde e Eduardo Eusad – Chefe da Regulação do RS, que buscaram incansavelmente o leito em Porto Alegre. Por último, no final da tarde de ontem (13), também, foi deferida uma liminar pela justiça local.

Nas redes sociais foi realizada uma “vakinha” para que a família pudesse transferi-lo de forma particular. O valor inicial foi estipulado em 15 mil, em pouco mais de 24h já havia praticamente 10mil. As doações serão utilizadas para as despesas da família que ainda não tem muito claro o período que ele terá que ficar na capital.

 

Flaviane Antolini Favero

Compartilhe
  • 1.7K
  •  
  •  
  •  
  •  
    1.7K
    Shares
Curta nossa Fan Page

Seja o primeiro a comentar

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será divulgado.


*