Estudante é atacada por enxame de abelhas na Ponte Borges de Medeiros

Na última semana, a reportagem recebeu vários relatos de pessoas que foram atacadas por um enxame de abelha na ponte Borges de Medeiros. Os Bombeiros foram acionados por duas ou três vezes, segundo relato.

O caso mais grave foi o ataque a uma estudante, de 22 anos. A jovem teve que ser levada à UPA. Ela estava retornando da faculdade sentido Zona Leste/Centro quando foi atacada pelo enxame. Um casal a auxiliou. Com picadas na cabeça, braços, pescoço e pernas, a jovem teve que ser conduzida à unidade de Pronto atendimento e ser medicada. “O médico disse que eu tive sorte de não ser alérgica, pelo número de picadas poderia ser fatal” – comentou.

 

Novamente os Bombeiros foram acionados e colocaram isolamento na Ponte Férrea, local onde o enxame ficava. Mas os ataques estavam ocorrendo na Ponte Borges de Medeiros. Sem conseguir apicultores que fizessem a remoção das abelhas, os militares tiveram que fazer o extermínio diante do número de pessoas que já  foram atacadas.

“Sempre é realizada a remoção, tentamos contatos, mas sem interesse e diante do quadro recorrente de ataques foi necessário fazer o extermínio” – destacou o Bombeiro.

 

Compartilhar

Curta nossa Fan Page

Seja o primeiro a comentar

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será divulgado.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.