Explosivo é jogado em casa durante cerimônia de umbanda

Não houve feridos entre os presentes no terreiro Tempo da Luz Divina

Um artefato explosivo caseiro foi jogado no pátio de uma casa durante uma cerimônia de umbanda nesta sexta-feira à noite, assustando as cerca de 10 pessoas presentes no terreiro de umbanda Tempo da Luz Divina, na Rua Mario André Asa, no Moradas da Hípica, zona sul de Porto Alegre. Não houve feridos.

Oriani Azevedo da Rosa, 49 anos, babalorixá da casa, registrou um boletim de ocorrência na 16ª Delegacia de Polícia, assustado com a terceira ação contra o local. Duas vezes antes, segundo da Rosa, pedras teriam sido arremessadas contra a casa.

— Se a pessoa é contra a religião, tudo bem. Mas daí a jogar um artefato explosivo? Isso não é apenas intolerância religiosa. É crime — disse ele.

Os suspeitos apontados pelo babalorixá são vizinhos que já haviam reclamado do barulho. A delegada Shana Hartz, da 16ª DP, afirmou que o explosivo já foi recolhido e o caso está sob investigação.

Fonte: Diário Gaúcho

Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *