FGTS: Caixa vai atender atingidos da enchente

A agência da Caixa Econômica Federal estará com um posto avançado de atendimento especial às pessoas que tiveram suas casas atingidas pelas enchentes e que desejam sacar o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS).

O gerente geral da CEF, Paulo César Schlüter esteve na manhã de hoje no gabinete do prefeito Márcio Amaral para dizer como será o esquema montado para este fim.

No período de 18 a 22 de fevereiro, uma equipe da Caixa estará atendendo no salão vermelho do Palácio Ruy Ramos, na Praça Getúlio Vargas, cujo horário será ainda definido, assim como a ordem dos bairros a serem atendidos, conforme o critério estabelecido.

Pessoas que têm saldo no FGTS poderão vir a sacar esse saldo desde que comprovem residência nos últimos 120 dias anteriores à enchente e com carteira de trabalho assinada. O limite para saque é de até R$ 6 mil. Uma equipe constituída por servidores de outras agências estará prestando atendimento. Estima-se que mais de mil pessoas estarão efetuando o saque.

A secretária de Promoção e Desenvolvimento Social, Iara Caferatti, alerta que estão habilitadas para sacar o FGTS as pessoas inscritas no cadastro realizado através do trabalho conjunto da Promoção Social e Infraestrutura. Em torno de 7 mil pessoas efetuaram o cadastro. Foram encaminhados pela Prefeitura à CEF os mapas com a localização dos bairros, ruas e casas atingidas.

No encontro com o prefeito Márcio Amaral participaram os secretários Paulo Salbego, do Planejamento e Orçamento; Iara Caferatti, Promoção e Desenvolvimento Social; Jesse Trindade Santos, do Desenvolvimento Econômico e Turismo; Vaine Marimon, das Finanças, acompanhada da assessora de Contabilidade Maria Helena Pilecco, e Vanessa Peres, do Gabinete.

Departamento de Comunicação – PMA
Por: Alair Almeida  






Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Seja o primeiro a comentar

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será divulgado.


*